3.7.18

O que é a Casa da Memória Paciente?

Por Isra Toledo Tov (*)


No dia 11 de novembro de 2017, nasceu a CASA DA MEMÓRIA PACIENTE (CAMEMPA), tendo na sua diretoria, como Coordenador Geral, Isra Toledo Tov, professor, pesquisador, escritor e memorialista, Adinalzir Pereira Lamego, professor e historiador, Guaraci de Oliveira Rosa, professor, professor e historiador, Aline Jane Vieira Souza, professora, e Keila Vieira Gomes, historiadora e geógrafa, com o objetivo precípuo de aprofundar pesquisas e estudos sobre a história de Paciência (envolvendo todo o território de seus dois antigos engenhos de cana-de-açúcar, a saber: Engenho da Mata da Paciência e Engenho de Santo Antônio dos Palmares).

Temos desenvolvido diversas ações na comunidade (Projeto Cultural A BANCA DÁ POESIA e Preparatório ao ENEM, como exemplos), além de divulgarmos por duas redes sociais (Facebook e WhatsApp) a história do bairro, sem deixar de lado Cosmos, Inhoaíba, Santa Margarida e Manguariba (que faziam parte originalmente do território matense).

A título de comparação apenas, o NOPH (Núcleo de Orientação e Pesquisas Históricas), de Santa Cruz, existe desde 1983, contando mais de três décadas de dedicação ao estudo e à divulgação da história santacruzense, com total apoio da comunidade santacruzense. Ele é o nosso espelho! Pretende-se que a CAMEMPA (Casa da Memória Paciente) possa significar para as comunidades matenses (Cosmos, Inhoaíba, Manguariba, Paciência e Santa Margarida) o que o NOPH tem significado, ao longo dos anos, para Santa Cruz!

A história do nosso bairro foi profundamente pesquisada pelo grupo de professores/as da CASA DA MEMÓRIA PACIENTE (CAMEMPA). Produzimos e distribuímos em todos os nossos eventos uma cópia da CRONOLOGIA PACIENTE, que é o resultado de anos de levantamento historiográfico. Queremos ampliar esse resgate da história de Paciência, adquirindo mais dados sobre o nosso rico passado local.

Para que a CASA DA MEMÓRIA PACIENTE (CAMEMPA) possa atuar mais concretamente no nosso bairro, precisamos de recursos financeiros. Assim, cada membro ou sócio/a da CAMEMPA colabora, mensalmente, com apenas R$20,oo (vinte reais) para a manutenção de projetos (A Banca Dá Poesia, Curso Preparatório ao ENEM etc.).

Criamos quatro tipos de apoio, patrocínio ou colaboração para que o comércio e as empresas locais possam contribuir para o fortalecimento da CAMEMPA:
Colaboração BRONZE – A cada três meses, o/a comerciante ou empresário/a contribui com R$60,oo (sessenta reais);
Colaboração PRATA – A cada quatro meses, o/a comerciante ou empresário/a contribui com R$80,oo (oitenta reais);
Colaboração OURO – A cada seis meses, o/a comerciante ou empresário/a contribui com R$120,oo (cento e vinte reais);
Colaboração VIP – A cada doze meses, o/a comerciante ou empresário/a contribui com R$240,oo (duzentos e quarenta reais).

Se você (ou sua loja, seu pequeno negócio, ou sua empresa) quiser colaborar, basta entrar em contato conosco, pelo email (isratov@yahoo.com.br).

Muitíssimo obrigado!

Isra Toledo Tov (*)
(Coordenador Geral da CASA DA MEMÓRIA PACIENTE)
Telefone / WhatsApp: 99944 5954

2018 – 221 anos da Mata da Paciência
“A memória é a casa do ser” (Isra Toledo Tov)

Postado por Adinalzir Pereira Lamego

4 comentários:

Vilma Campestre disse...

Conheço Cosmos e achei a ideia genial.
Parabéns!

RODRIGO PHANARDZIS ANCORA DA LUZ disse...

Muito importante esse projeto de vocês na Zona Oeste do Rio. Torço para que consigam vários colaboradores que queiram ajudar a promover cultura e educação.

Prof. Adinalzir disse...

Vilma Campestre. Fico muito grato pela visita.
Volte sempre!

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Rodrigo Phanardzis Ancora da Luz
Sua visita e comentários são sempre valiosos para o sucesso deste blog.
Volte sempre!

A Estrada Real de Santa Cruz, o caminho da riqueza

Por André Luis Mansur (*) Até a chegada da estrada de ferro na região que seria conhecida como zona oeste, no final do século 19,...