sábado, 9 de janeiro de 2021

O Conde da Cunha e o Hospital dos Lázaros do Rio de Janeiro



Dom António Álvares da Cunha, primeiro Conde da Cunha. Foi o primeiro vice-rei do Brasil a ter sede no Rio de Janeiro. Como vice-rei do Brasil, o Conde da Cunha melhorou as fortificações e defesas então existentes na cidade do Rio de Janeiro. Foi também responsável, no Brasil, por um grande e  importante apoio ao Hospital dos Lázaros, um dos mais antigos da cidade do RJ, que se dedicava a cuidar de vítimas de lepra, com capacidade para 52 enfermos naquele período.


A 19 de Dezembro de 1763, dez dias antes de fundar o Arsenal da Marinha, o vice - rei escreveu uma longa carta a Francisco Xavier de Mendonça Furtado, Secretário de Estado da Marinha e do Ultramar (1760-1769) e irmão do todo-poderoso ministro do rei, o futuro Marquês de Pombal. 

Nessa carta, recomendou passar um mosteiro que era dos Jesuítas, após a expulsão dos padres da Companhia de Jesus em 1759 ao Hospital,  de modo que o edifício poderia acomodar um maior número de enfermos, tendo a possibilidade de separar os doentes do sexo masculino dos do sexo feminino.


Nessa longa carta, o Conde da Cunha fez notar, entre muitas outras considerações, que o velho mosteiro jesuíta se encontrava desabitado e que já se encontrava equipado com uma capela para os defuntos, e que tinha acesso a água potável do Rio Maracanã para cuidar dos enfermos. O vice - rei recomendou ainda, para financiar a expansão do hospital com este novo edifício, cobrar um modesto imposto, que acreditava que os habitantes da cidade pagariam de bom grado para poder ver menos enfermos nas ruas. A 31 de janeiro de 1765 recebeu então o vice-rei um aviso régio que aprovava todas as suas sugestões.

A 31 de janeiro de 1766, exatamente um ano mais tarde, terminaram então as obras de adaptação do antigo mosteiro jesuíta para hospital, com lugar para mais 55 enfermos para além de empregados e escravos. O Hospital dos Lázaros teria assim, em menos de três anos, a sua capacidade ser duplicada.

Compartilhado de A Terra de Santa Cruz.

Postado neste blog por Adinalzir Pereira Lamego

Nenhum comentário:

Paulo Rezzutti e o Aniversário de São Paulo

Há 467 anos, era fundada a primeira cidade no interior do Brasil a perseverar. São Paulo nasceu a 25 de janeiro de 1554. Separada por 72 qui...