26.7.10

A morte de João Pessoa e a Revolução de 30

.
Por sugestão do amigo Cláudio Roberto de Souza do blog Almanaque de História. Coloco aqui um post que relembra um episódio muito importante e ainda pouco conhecido na história brasileira.

Nesta segunda-feira há exatos 80 anos, morria assassinado o político
João Pessoa ex-governador da Paraíba (que na época era chamado de presidente) e por cujo nome é hoje conhecida a capital do Estado.

No dia 26 de julho de 1930, João Pessoa foi assassinado por João Dantas na Confeitaria Glória, na cidade de Recife (PE). Segundo historiadores, por questões de ordem pessoal e também por questões políticas, sua morte foi o estopim para um movimento armado que mudou a estrutura política nacional, gerando o episódio que ficou conhecido como Revolução de 30.

Com o assassinato de João Pessoa iniciou-se um movimento armado no país contra a posse do presidente eleito, que terminou com a deposição em 24 de outubro de 1930, do presidente Washington Luís e a subida ao poder de Getúlio Vargas. Terminava assim a República Velha e iniciava-se a chamada Era Vargas.

Coloco aqui também alguns fatos ocorridos no Rio de Janeiro, logo após a morte de João Pessoa:

Rio - Praça Mauá - 1930

Nesta foto, vemos o "empastelamento" do jornal A Noite, durante a Revolução de 1930. Os populares em sua fúria destruidora, invadiam, quebravam máquinas e equipamentos e ao final incendiavam todos os periódicos que apoiavam o então presidente deposto, Washington Luis.

Veja o texto do jornal com a grafia da época, relatando os fatos:

"Quando os aggressores se aproximaram suppondo-os revolucionarios, recebemo-los como amigos, janellas e portas abertas. Um delles, porém, destacando-se exigiu que arriassemos a bandeira nacional, hasteada no terceiro pavimento, gritando-nos: - Arrie a bandeira burgueza! Outro exigiu: - Levanta a bandeira vermelha!


Fizemos então baixar as portas exteriores de aço. Uma dellas foi arrebentada com auxilio de um caminhão. Arrancada de nosso fachada a bandeira do Brasil, foi pisada pelos communistas, que a rasgaram, levando um de seus pedaços como um trophéo, a redacção do "Diario da Noite", como noticiou esse vespertino.

Assistimos depois á invasão do nosso edificio e á depredação do nosso material. Pensamos no primeiro momento que soffriamos, apenas, a "revanche" do communismo e só mais tarde viemos a saber que outros elementos por despeito e inveja tinham-se reunido aos subversores da sociedade".

A Noite, 4 de novembro de 1930.


Você sabe o que significa empastelar? O verbo caiu em desuso, mas antigamente, o empastelamento de jornais era uma coisa muito comum. Quando alguém queria calar um jornal, convocava um bando de desocupados para invadir as oficinas e espalhar as caixas de tipos pelo chão. O jornal ficava dias, semanas e às vezes meses, fora de circulação.

Fotos de 8 de dezembro de 1930.

O povo saudando soldados rebeldes nas ruas da Capital Federal. Tentei identificar a rua, mas não tive informação segura. Me parece ser a Rua Frei Caneca ou talvez a Rua do Catete.

Revolucionários chegando ao Rio e amarrando os cavalos no obelisco da Av. Central.

Foto provavelmente tirada na porta do Palácio do Catete. Onde podemos ver: Miguel Costa, Góis Monteiro e Getúlio Vargas. Era a chegada dos gaúchos ao poder.
.

28 comentários:

Victor Faria disse...

Não sabia desse episódio envolvendo João Pessoa.
É sempre muito bom vir aqui e ler seus textos.

Tenha uma ótima semana! Abraço!

Marcos Felipe disse...

Muito bom esse post, muitas pessoas tem curisidade de saber mas não buscam informações sobre o que já aconteceu, esse blog nos ajuda a saber mais historia como o nome mesmo diz. Muito bom, continue assim ajudando as pessoas a saberem mais historia.

Prof. Adinalzir disse...

Valeu, Victor Faria!

Agradeço a sua visita e comentário.

Um grande abraço, :-D

Prof. Adinalzir disse...

Valeu, Marcos Felipe!

Fico muito grato com a sua visita. Volte sempre que precisar.

Abraços, :-D

lucidreira disse...

Como é bom o dinamismo do Sr. Prof. Adinalzir! Já havia passado pela minha memória estes epsodios da história, e agora me faz relembrar e agusar a mente.
Parabéns
Abraço

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Lucidreira

Esse foi meu objetivo, relembrar um pouco o dinamismo do início da Era Vargas e ampliar o conhecimento de todos. Agradeço os elogios e aguarde que estarei lá nos blogs do Lu.

Um grande abraço! :-)

Valdeir Almeida disse...

Professor,

Descupe-me por não estar comentando o texto. Minha vinda aqui, nesse momento, é para agradecer-lhe pela consideração que você tem pelo meu blog e comigo.

Eu precisei ficar ausente por esse período. Mas retornarei na semana que vem.

Grande abraço e ótimo domingo.

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Valdeir Almeida

Que ótima notícia! Agradeço suas palavras e saiba que estaremos ansiosos aguardando o seu retorno.

Um grande abraço e muito obrigado pela visita!

Tássio Emidio disse...

Professor Adinalzir sou estudante de História e gostaria de poder contar com vc em minhas dúvidas no curso. Por favor me informe o seu email.
Abraços.
Tássio.

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Tássio Emídio
Estarei enviando o meu e-mail para o seu endereço eletrônico. Abraços e muito obrigado pela visita!

raquel disse...

bom dia!!! nossa amei o post! estou estudando para a prova e nao achava informaçoes confiaveis, me acrescentou mt ler seu blog, obrigada

Prof. Adinalzir disse...

Prezada Raquel
Fico muito grato pela visita e feliz por saber que você gostou do blog.
Volte sempre!!!

Daniela Martinez disse...

prezado professor,
preciso descobrir quem tirou a foto acima, dos revolucionários na praça Mauá, durante o empastelamento do jornal A Noite. Ou qual o acervo que detém os direitos dessa foto. Preciso pedir autorização para usar essa imagem num pequeno vídeo que irá ao ar na TV aberta. Poderia me ajudar?
por favor, entre em contato pelo email danielamart@gmail.com. obrigada pela atenção
Daniela Martinez
pesquisadora de iconografia

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
REGINALDO PONTES disse...

FAÇO PARTE DO MOVIMENTO DE MUDANÇAS NO ESTADO DA PARAÍBA.JOÃO PESSOA, PELO QUE REPRESENTOU COMO HOMEM PÚBLICO EM NOSSO ESTADO E NA HISTÓRIA DO BRASIL. O NOME DO NOSSO ESTADO TAMBÉM DEVERIA SE CHAMAR JOÃO PESSOA. ASSIM COM SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO. ESTADO: JOÃO PESSOA. CAPITAL: JOÃO PESSOA. JUSTA HOMENAGEM PARA QUEM TENTOU MODERNIZAR NOSSO ESTADO. PARAÍBA É UM NOME INDÍGENA.QUE SIGNIFICA: MAR TRAIÇOEIRO,VIOLENTO,INAVEGÁVEL. UMA LÍNGUA ESQUECIDA. NOSSO ESTADO HOJE É UM ESTADO MODERNO. PRECISAMOS MOSTRAR AO MUNDO QUE A NOSSA REALIDADE É OUTRA. ACABOU AQUELE TEMPO DOS CORONÉIS E DO CANGAÇO.

Janaína Patrícia disse...

Estudei isso na 4ª série do antigo primário, hoje 3º ano fundamental 1.
Cheguei a conhecer uma sobrinha de João Dantas, nunca esquecí os detalhes da nossa história.

Unknown disse...

PELA RELEVÂNCIA POLÍTICA E HISTÓRICA, JOÃO PESSOA, MERECIA TER O NOME DO ESTADO. JOÃO PESSOA MARCOU SEU NOME NO CENÁRIO NACIONAL. NADA MAIS JUSTO QUE SEU NOME FIGURA-SE TAMBÉM NO NOME DO ESTADO. COM TODO RESPEITO, PARAÍBA É UMA LÍNGUA INDÍGENA MORTA.NOSSO ESTADO MUDOU. PRECISAMOS MUDAR O NOME DO ESTADO. O TEMPO DO CANGAÇO E DOS CORONÉIS ACABOU. O MUNDO PRECISAR SABER, QUE HOJE SOMOS UM ESTADO MODERNO. JOÃO PESSOA MERECE ESSA HOMENAGEM.

Hernani disse...

Prof Adinalzir.
Nasci em João Pessoa, fui da primaira turma de Psicologia da UFPB e estou há 36 anos no ES, onde fiz a minha formação em Psicanálise. Fiquei imensamente satisfeito em encontrar seus artigos e verificar o cuidado e paixão que tem em tornar viva a historia. É isso que chamamos transmissão. Meus Parabéns! Hernani Costa Junior

Anônimo disse...

QUANTA BABOSEIRA..RIO E SP QUE DEVIAM VOLTAR A TER OS NOMES NATIVOS E NÃO A PB SE "INDO-EUROPEIZAR" ALOGENIZAR-SE..MERDIL IDEM NOME CELTICO ALOGENO; QUANTO A JP FOI SEU CADAVER QUE MUDOU A HISTORIA MACRO-ECONOMICA, GEOPOLITICA, CIVILIZACIONAL DO PAÍS POIS PASSOU DE LATIFUNDIO DE CAFÉ FALIDO POS-CRISE DE 29 A INDUSTRIA E COMERCIO URBANO; CURIOSO QUE JP LUTAVA PELO NE E SEU CORPO ACABOU SERVINDO PARA UMA FASE DE NEOCOLONIALISMO CONTRA O NE QUE DESTRUIU O NE POR DECADAS O RESUMINDO A EMISSOR DE MÃO DE OBRA BARATA E ABSORVEDOR DE DEFICITS COMERCIAIS CUMULATIVOS PARA SUSTENTAR A PRODUÇÃO ALHEIA QUE ATRAIA MAIS MIGRANTES E RE-ALIMENTAVA O MECANISMO DE ESVAZIAMENTO DO NE PRA SUSTENTAR OS OUTROS; E O PIOR QUE JUNTO COM OS TRABALHADORES IAM TAMBEM OUTROS QUE APENAS SERVIAM COMO EXERCITO RESERVA DE MÃO DE OBRA A BURGUESIA OU SEJA MAIS FAVELAS

Anônimo disse...

QUEM DISSE QUE NOMES TUPIS NÃO COMBINAM COM O FUTURO?AS PIRAMIDES DO MEXICO, AS CONSTRUÇÕES DO PERU NO ALTO DA MONTANHA ETC MOSTRAM QUE A AMERICA NATIVA ERA UMA CIVILIZAÇÃO EMERGENTE QUE FOI INTERROMPIDA; VC´S SÃO É COLONIZADOS PELAS VISÕES DO ATLANTICO NORTE PARA IMPOR O ESGOTO DECADENTE DELES A LA DETROITS

Anônimo disse...

*LINGUA TUPI

Anônimo disse...

NO QUE A ESPANHA FEUDAL ERA MELHOR QUE A AMERICA NATIVA?O METALISMO DESTRUIU O FUTURO DA ESPANHA; BENEFICIOU MEIA DUZIA; ESCOADO PARA FORA; O PROPRIO LEO HUBERMMAN DIZ QUE NA ALTURA NUNCA HOUVE TANTOS MENDIGOS PERAMBULANDO PELAS CAPITAIS DA EUROPA OCIDENTAL JUSTO QUANDO ERAM AS MAIS RICAS E PROSPERAS COM A PRATA DO PLATO ANDINO E MEXICANO

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

VÃO É SE ALFABETIZAR; SE OS CURIOCAS ODEIAM SALOIOS POR QUE SÃO SUBURBANOS FAVELADOS NÃO COLOQUEM A CULPA EM TOPONIMIAS TUPIS; ELES FORAM OS QUE MAIS DESTRUIRAM O STATUS DA LINGUA NATIVA TENTANDO PEJORATIVIZA-LA POR QUE SÃO ALOGENOS MUITOS DELES SUB-NOSTRATICOS ATÉ

Anônimo disse...

E ALOGENO TEM QUE SER EXPULSO..SE TENTAM DANIFICAR A LINGUA NATIVA TENTANDO PEJORATIVIZA-LA MERECEM SÓ A EXPULSÃO DE VOLTA PRO CONGO

Anônimo disse...

JÁ NÃO BASTASSE O ACCENT DE MACONHEIRO DESTRUINDO A LINGUA PORTUGUESA KK

Anônimo disse...

Na verdade essa última foto de Vargas foi tirada em frente a Estação Sorocabana na cidade de Itararé SP divisa com o estado do Paraná.

BlogBlogs.Com.Br