Hoje é o dia do Rádio

.
Hoje me lembrei que comemoramos o dia do Rádio, na data do nascimento de Roquete Pinto, considerado o "Pai do Rádio Brasileiro". Em 1923, Roquete fundou a primeira emissora do país, a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro. Era a fase experimental de um novo veículo de comunicação, sem grandes avanços tecnológicos.

A primeira transmissão radiofônica em terras brasileiras, no entanto, já havia ocorrido no ano anterior, mais precisamente em 7 de setembro de 1922, na comemoração do centenário da independência brasileira. Na ocasião, uma estação de rádio foi instalada no Corcovado, no Rio de Janeiro, para a veiculação de músicas e do discurso do então presidente Epitácio Pessoa.


De lá para cá, muita coisa mudou: das interferências e ruídos dos primeiros aparelhos de rádio (pesados, enormes e à válvula) aos pequenos, leves e modernos rádios de transistores. A década de 1950 foi marcada pela consolidação do veículo como meio de comunicação. Em 1968, surgiram as primeiras emissoras de freqüência modulada (FM).


O inventor do rádio foi o italiano Guglielmo Marconi, que criou o seu "telégrafo sem fio", um modelo inicial que se desenvolveu até o sistema que conhecemos hoje. Em 1896, Marconi demonstrou a utilidade de seu aparelho numa transmissão na Inglaterra, do terraço do English Telegraphy Office para a colina de Salisbury. Ganhou do governo da Itália uma patente pela sua criação.


A história também cogita que um padre brasileiro, Roberto Landell de Moura, tivesse sido o inventor do rádio. Em 1894, Roberto havia desenvolvido aparelho semelhante e efetuado a emissão e recepção de sinais a uma distância de oito quilômetros, do bairro de Santana para os altos da avenida Paulista, em São Paulo.

Naquela época, fanáticos religiosos, achando que o padre brasileiro tinha um pacto com o demônio, destruíram seu aparelho e suas anotações, o que atrasou o reconhecimento de sua criação pelas autoridades científicas. Só em 1900 Roberto conseguiu fazer uma demonstração pública de seu importante invento.


COMENTÁRIO: Neste blog, quero prestar a minha homenagem a todos os profissionais do Rádio, um importante instrumento de comunicação na vida de milhões de brasileiros. Meus parabéns a todos vocês!
.

Comentários

lucidreira disse…
Muito bom professor, eu como não sou nenhum historiador, nem de causos, fico emocionado com suas informações, aqui em Salvador Ba. tem uma emissora na qual tem 80 e poucos anos chamada Rádio Sociedade da Bahia PRA4 que me faz lembrar das suas programações da década de 50/60, e ouviamos em um aparelho Ampire (deculpas se a palavra estiver errada) com muitas válvulas que dava para aquecer uma marmita rsrsrsr,era uma epoca que no periodo da semana santa só tocava músicas classíca. A epóca de ouro do rádio. Aproveitando faço das suas palavrs as minhas e parabeniso todos que contribuiram para o avanço do RÁDIO.
Prof. Adinalzir disse…
Caro Lucidreira!

Agradeço a sua visita e os seus comentários.

Quanto a época de ouro do rádio, foi um período de muito glamour e sensibilidade que iremos sempre recordar com prazer. Sobre a Rádio Sociedade da Bahia, deixo aqui os meus parabéns pela sua longevidade.

Abraços e volte sempre! :-)
CIRO disse…
Eu li há um tempo atrás sobre este padre brasileiro. O que a ignorância de um povo não faz... Não adianta termos "ilhas" de pensadores, se a sociedade não tiver acesso a instrução também. Obrigado pelo texto, prof Adinalzir
GiGi disse…
Meu cunhado trabalha numa rádio, eheheheh. Ele conta um monte de coisa que ele vê, que ele vai lá noticiar, enfim. É um pouco trabalhoso e por vezes perigoso. No entanto, vejo que ele adora o que faz.

Beijos!
Cris disse…
Professor adorei o post parabéns...
Prof. Adinalzir disse…
Prezado Ciro

Pois é, infelizmente o fanatismo religioso ainda é muito presente no pensamento de muitas pessoas.

Agradeço a sua visita e o seu comentário!

Abraços, :-)
Prof. Adinalzir disse…
Oi, Gigi!

Como toda profissão, muitas vezes a rotina de um radialista realmente não é nada fácil. São os ossos do ofício, eheheheh. Valeu pela visita!

Beijos, :-D
Prof. Adinalzir disse…
Valeu, Cris!

Adorei a sua visita. Volte sempre!

Beijos, :-D
ericsiqueira disse…
De fato o inventor do Rádio foi o Padre Landell, esse estudo fez parte do meu TCC, se quizer te envio as cópias das patentes da invenção.
abraços. Eric /Belém-Pa
Prof. Adinalzir disse…
Olá, Prof. Eric Siqueira!

Agradeço a sua visita. Quando puder me envie as cópias das patentes. Ficarei muito grato.

Abraços, :-)

Postagens mais visitadas deste blog

Alguns ditados populares e seus significados

A Crise de 1929 e a Grande Depressão

Quem foi Leonardo da Vinci?