21.1.08

Livros mentirosos

.
Alguns livros didáticos insistem em classificar o 11 de Setembro como o maior ataque terrorista de todos os tempos. Será que estes mesmos historiadores que escreveram estes manuais, esqueceram a bomba atômica lançada pelos Estados Unidos nas cidades de Hiroxima e Nagasaki? Este sim, foi com certeza, o maior ataque terrorista da história.

SEM COMENTÁRIOS! ...................................

Volta às aulas


O historiador Alberto Costa e Silva, no Jornal do Brasil, destacou alguns métodos do ensino.

1-a leitura em voz alta. Um aluno lia alto e os outros o acompanhavam no mesmo texto, em silêncio. Depois se revezavam. "Quem lê em voz alta toma gosto pela leitura", diz ele. "Ler alto ensina a virgular, ensina as respirações da fala".

2- O ditado. "Ele educa o ouvido", além de exigir do aluno o conhecimento da palavra e da estrutura da frase.

3- A cópia. O simples ato de copiar um texto estimula a concentração para a grafia, os acentos e a pontuação.

4- A redação. "A composição estimula os sentidos. A criança aprende a pôr no papel, com palavras, o que vê", o que sente... "A descrição de quadros ou a visita a um museu ou a exibição de um filme...

COMENTÁRIO: Neste ano, as aulas vão começar mais cedo... o carnaval também... então já podemos adiantar algo sobre a pedagogia pela qual lutaremos em 2008... dialoguem com os pais, professores, colegas... Leia o excerto da entrevista do historiador Alberto da Costa Silva ao Jornal do Brasil, sobre a necessidade de revalorizarmos alguns métodos... nem tudo que é tradicional é ruim. É por isso que proponho a redução da memorização e a valorização da sensibilidade e do humanismo.

13.1.08

Você sabe a origem da palavra sincera?


A palavra sincera foi inventada pelos romanos. Eles fabricavam certos vasos com uma cera especial. Essa cera era, às vezes, tão pura e perfeita que os vasos se tornavam transparentes.
Em alguns casos, chegava-se a se distinguir um objeto, um colar, uma pulseira ou um dado, que estivesse colocado no interior do vaso.


Para o vaso assim, fino e límpido, dizia o romano vaidoso:

- Como é lindo ! Parece até que não tem cera!

"Sine cera" queria dizer "sem cera", uma qualidade de vaso perfeito, finíssimo, delicado, que deixava ver através de suas paredes da antiga cerâmica romana.

O vocábulo passou a ter um significado muito mais elevado. Sincero, é aquele que é franco, leal, verdadeiro, que não oculta, que não usa disfarces, malícias ou dissimulações.

O sincero, à semelhança do vaso, deixa ver através de suas palavras os nobres sentimentos de seu coração. Sincera é uma palavra doce e confiável, é uma palavra que acolhe...

Autor: Malba Tahan

COMENTÁRIO: Hoje em dia, sinceridade é o que mais falta na maioria das pessoas adultas. Felizmente percebemos que ainda conseguimos encontrar essa qualidade nas crianças. O que comprova o que disse Jesus: "Deixai vir a mim as criancinhas, pois delas serão o reino dos céus".

11.1.08

Arrogância

Um calouro muito arrogante, que estava assistindo a um jogo de futebol, tomou para si a responsabilidade de explicar a um senhor já maduro, próximo dele, por que era impossível a alguém da velha geração entender esta geração.

'Vocês cresceram em um mundo diferente, um mundo quase primitivo', o estudante disse alto e claro de modo que todos em volta pudessem ouvi-lo.'

Nós, os jovens de hoje, crescemos com televisão, aviões a jato, viagens espaciais, homens caminhando na Lua, nossas espaçonaves tendo visitado Marte. Nós temos energia nuclear, carros elétricos e a hidrogênio, computadores com grande capacidade de processamento e ...,' numa pausa para tomar outro gole de cerveja.

O senhor se aproveitou do intervalo do gole para interromper a liturgia do estudante em sua ladainha e disse: - Você está certo, filho. Nós não tivemos essas coisas quando nós éramos jovens ... por isso nós as inventamos. E você, um bostinha arrogante dos dias de hoje, o que você está fazendo para a próxima geração?

Foi aplaudido ruidosamente!

COMENTÁRIO: Uma beleza de resposta, que mostra o desconhecimento de muitos jovens com a História e a falta de respeito com a velha geração.

Nilton Bravo (1937-2005), O Michelangelo dos Botequins

Um dos painéis de Nilton Bravo tombado pela Prefeitura no Bar Sulista, na Praça Coronel Assunção, 357 (Gamboa) Nilton Bravo (1937-2...