Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2014

Feliz Ano Novo! Mais respeito para todos nós.

Imagem
Época de correria, o final do ano deixa pouco tempo para balanços. Eles deveriam, contudo, ser obrigatórios. Há poucos momentos de passagem tão simbólicos, quanto este que nos leva de um decimal ao outro. Momento em que, ao som de fogos, separamos o joio do trigo. Em que, pé direito no chão e uvas verdes na boca, fazemos opções, promessas e tomamos decisões. Se tivesse que escolher uma palavra para botar no meu balanço escolheria uma: respeito. É o que quero para mim e para todos. O que desejo para o país. E, por que não, para o mundo.
Muito tem se falado em dignidade, transparência e esperança no próximo ano. Mas, eu gostaria de incluir respeito. Esse conceito discreto, distante que se mistura com estima e deferência. Respeito, uma virtude? Só se seu objeto for digno. Isto, pois existe uma forma de respeito feita de conformismo e submissão às hierarquias que nasce, simplesmente, do adestramento. Quando se trata de justificar uma obediência sem discussão, sem reflexão, o respeito é uma…