8.4.12

Páscoa e o ovo que veio de longe


A troca de guloseimas durante a Páscoa é muito comum, alem de ser uma tradição muito antiga, que nos remete à Europa do século XIII.

Coelhinho da Páscoa, o que trazes pra mim?
Um ovo, dois ovos, três ovos assim
Coelhinho da Páscoa, que cor eles têm?
Azul, amarelo e vermelho também.

A quadrinha popular que se ouve na voz da criançada com a proximidade da Páscoa anuncia a troca de guloseimas no domingo que encerra a Semana Santa. A tradição é antiga na Europa, remonta ao século XIII, quando os estudantes da Universidade de Paris, após  entoarem salmos e cânticos de louvor a Deus em frente à catedral, saíam, organizados em procissão, recolhendo presentes. As ofertas, especialmente ovos, eram distribuídas para parentes, amigos e vizinhos. Os ovos, tingidos de azul ou vermelho, simbolizavam o renascimento, a ressurreição e a imortalidade.

Confeccionados em madeira ou argila, com o tempo eles passaram a ser pintados e decorados com requinte.  No Brasil, o costume de receber e distribuir ovos de Páscoa data apenas dos anos 1920, introduzido pela colonização alemã nas cidades do Sul. Aos poucos, a prática se espalhou em massa de chocolate pelas confeitarias do resto do país, para o pecado de todos. Uma Feliz Páscoa para todos nós!


6 comentários:

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Quando eu era criança, não se usava, na minha cidade, ofertar ovos de chocolate. O costume chegou bem mais tarde, com a chegada da televisão, aí, pelos anos 1960...

Gostei, da postagem!
Boa Páscoa!

Prof. Adinalzir disse...

Prezada Lúcia Bezerra de Paiva
Na minha infância aqui no Rio, esse costume já existia. E era uma alegria que contagiava a todos. Agradeço pela visita e Feliz Páscoa! :-)

José Lima Dias Júnior disse...

Prezado Adinalzir,

É gratificante ver as pessoas, ainda, fazendo troca de doces durante os festesos da Páscoa. Além de agradar a garotada é uma forma de cultuar as tradições cristã e um gesto que dignifica a pessoa humana.

Feliz Páscoa e um abraço fraterno,
Prof. Lima Júnior

Victor Faria disse...

Olá, professor!
Muito legal saber dessa história!
Do mais, já estou atrasado para os votos de feliz Páscoa...
Abraço!

Prof. Adinalzir disse...

Prezado José Lima Dias Júnior
É realmente muito gratificante saber que as pessoas ainda cultuam a Páscoa. Saudações fraternas e uma boa Páscoa para você também!

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Victor Faria
De qualquer forma fico sempre muito grato com sua visita. Abraços! :-)

BlogBlogs.Com.Br