6.2.12

Uma boa convivência



Quando a expedição de Martim Afonso de Sousa chegou ao povoado de São Vicente, na região sul do atual litoral paulista, em 1532, encontrou não só aldeias indígenas, mas também portugueses. Apesar da força dos nativos, a convivência entre eles era pacífica. Tranquila até demais, aos olhos dos católicos.

Sem dúvida, esse contato prévio contribuiu para o reconhecimento da área e o êxito na incorporação desta primeira região americana à autoridade lusitana. Mas a ligação entre europeus e locais não era apenas estratégica.

Com a elevação de São Vicente ao status de vila em 22 de janeiro de 1532, a primeira da Colônia, a região chamou ainda mais a atenção dos católicos, que estavam atentos à grande proximidade entre colonizadores e colonizados. Para os religiosos, o convívio provocaria a degradação moral dos europeus pela adoção de costumes como a poligamia, o concubinato e o consumo de álcool.

A surpresa dos jesuítas que chegaram em 1553 foi tão grande que em pouco tempo a missão de catequizar os índios teve de ser ampliada. A nova tarefa seria a reeducação dos portugueses.


6 comentários:

ROGER disse...

Olá! quando puder dê uma olhada no meu blog?

http://jollyroger80s.blogspot.com/

Escrevo textos sobre História focando em política internacional e Indústria cultural principalmente. O espaço também engloba ilustrações, fotografia, montagens, humor e cultura pop em geral.

lucidreira disse...

As suas informações é de um valor histórico incalculável para quem quer saber um pouco mais da nossa história.
Abraço

Lima Júnior disse...

Olá, Professor Adinalzir!

Será que essa convivência foi tão "boa"? A chegada dos lusitanos ao Brasil irá estabelecer o encontro entre dois mundos completamente distintos. De um lado, encontramos um mundo marcado pelo eurocentrismo, historicamente triunfante, onde teremos como protagonistas desse encontro espanhóis e portugueses, que de forma direta e decisiva descortinaram o Novo Mundo para o deleite da 'velha Europa'. De outro lado, observamos as culturas indígenas, que através dos seus valores e costumes foram submetidos ao jugo do homem civilizado.

Por sua vez, a "descoberta" da América comprova não só a chegada dos europeus ao Novo Mundo, mas o início do genocídio perpetrado pelos conquistadores na terra recém-descoberta. Para os povos indígenas da América, a chegada dos invasores de além-mar não possibilitou descoberta nenhuma e sim a invasão de suas terras.

Abraços,
Lima Júnior

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Roger
Fico muito honrado com sua visita. Pode ter certeza que estarei visitando e seguindo o seu blog. Abraços!

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Lucidreira
Como sempre a sua visita e seus comentários são de enorme valor para o meu blog. Eu fico sempre grato. Espero que a situação de greve da PM ai na Bahia se normalize e não comece outra aqui no RJ. Um grande abraço!

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Lima Júnior
Está na cara que essa convivência não foi nada boa. Ainda mais certificada com essa sua excelente aula. Abraços e fico muito grato pela visita!

BlogBlogs.Com.Br