11.2.11

Labatut, o monstro francês

.
Algumas pessoas têm atuações tão marcantes na História que acabam se tornando lendas. Foi o que aconteceu no Nordeste, no século XIX.

Em 1918, o folclorista Martins de Vasconcelos registrava uma história, contada por populares no Ceará e no Rio Grande do Norte, sobre um monstro pior do que o lobisomem que percorria as cidades à noite para saciar a fome. Tinha pés redondos, corpo peludo, mãos e cabelos compridos. Seu nome era Labatut.

Segundo Câmara Cascudo, era uma reminiscência do militar francês Pedro Labatut, que foi oficial de Napoleão, lutou ao lado de Bolívar e se tornou marechal do Exército brasileiro. Sua má fama surgiu entre 1832 e 1833, quando reprimiu a insurreição de Joaquim Pinto Madeira, conhecida como Revolta de Pinto Madeira, iniciada no sertão cearense em fins de 1831 numa reação às mudanças políticas causadas pela abdicação de D. Pedro I. Considerado valente e furioso, o general Labatut ficou temido entre os locais, a ponto de virar um monstro na boca do povo.

Saiba mais sobre as lutas na Bahia em: http://ibahia.globo.com/especiais/2dejulho/default.asp
.

12 comentários:

José Lima Dias Júnior disse...

Olá, Professor!

Brilhante post sobre Labatut. Desconhecia tal versão, que o compara com um monstro e que ficou no imaginário do povo nordestino.

Abraços!!!

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Prof. José Lima Dias Júnior
São tantas as versões existentes na História que muitas vezes nos surpreendemos. Essa é a grande riqueza da ciência histórica.
Abraços e muito obrigado pela visita!

Victor Faria disse...

Olá, professor!
Assim como o José Lima, também desconhecia essa versão.
Valeu por mais essa! Abraço!

LEANDRO disse...

Olá, professor Adinalzir!
Não conhecia a história do "monstro" Labatut. Gostei muito do texto!
Abraços,
Leandro

Poeta Renato Douglas disse...

Olá adorei teu blog. lindo mesmo parabéns. Faça uma visitinha ao nosso e seja mais um membro, você é nosso convidado especial. http://poetarenatodouglas.blogspot.com/

Abraços!

Renato Douglas

lucidreira disse...

E viva quem sabe e divulga as histórias mesmo que estórias sem h.
Parabéns prof.
Abraço

Prof. Adinalzir disse...

Meu caro Victor Faria
Foi uma honra receber a sua visita. Fico muito grato pela sua opinião.
Um grande abraço e um ótimo final de semana!

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Leandro
Fico muito grato pela visita. Realmente, a História muitas vezes nos surpreende.
Abraços e volte sempre!

Prof. Adinalzir disse...

Meu caro Poeta Renato Douglas
Agradeço o seu comentário. Será uma honra visitar o seu blog.
Um grande abraço!

Prof. Adinalzir disse...

É isso aí, meu caro Lucidreira
Essa é a grande riqueza da História, estar em todos os cantos.
Valeu pela visita!

Franz disse...

Caríssimo amigo (já posso chamá-lo assim, quero crer), seu blog continua sendo um espaço de excelente conteúdo histórico. De maneira prazerosa, objetiva e clara, suas informações nos encantam e instruem. Obrigado pela sua presença amiga no meu blog.
Franz

Prof. Adinalzir disse...

Meu caro Franz
Não tem o que agradecer. Para mim é uma honra receber a sua visita e os seus comentários sempre elogiosos.
Um grande abraço!

BlogBlogs.Com.Br