2.9.10

O Google e todos os livros do mundo

.
Todo bibliófilo que se preze já alimentou, em algum momento da vida, a inocente esperança de ler e possuir todos os livros do mundo. Isso continua sendo uma tarefa impossível, mas agora já podemos saber o tamanho dessa empreitada.

Você sabe quantos livros já foram publicados ao longo de toda a história moderna? Segundo cálculos do Google, esse número já alcançou mais de 130 milhões de livros. O site de buscas estimou o dado justamente para saber quantos livros precisa escanear a fim de tornar o Google Books a maior e mais completa biblioteca online.

Para chegar a esse número, o Google usou definições de livros de diferentes órgãos, como o do ISBN (International Standard Book Numbers), da Biblioteca do Congresso Americano e do site de buscas de livros WorldCat.

Segundo artigo publicado no blog Inside Google Books, eles chegaram a definição de um "tome", que pode ser definido como um volume ou livro grosso. Um "tome" pode possuir milhares de cópias, como um best-seller, ou apenas algumas cópias raras. Edições diferenciadas de uma mesma obra, como capa-dura e papel simples, foram contadas duas vezes.

O número inicial estimado foi de 210 milhões. O primeiro passo do Google foi remover esboços, gravações de áudio, mapas, vídeos com ISBNs, entre outros. Dessa forma, o número caiu para 146 milhões. Na sequência, a empresa removeu 16 milhões de documentos governamentais, chegando aos cerca de 130 milhões.

O Google finaliza o artigo dizendo que o número pode mudar, assim que o sistema de algoritmo que o calculou se tornar mais inteligente. A empresa não informa quando pretende concluir essa tarefa.

Esse é um dos projetos mais polêmicos da empresa, que pretende se transformar numa autêntica Biblioteca de Babel virtual. É claro que tem gente que não gostou dessa idéia, como é o caso de muitos autores e editoras. Quem sabe não será também uma tentativa para acabar com o livro de papel?

Fonte: AFP
.

12 comentários:

Victor Faria disse...

O Google montaria então uma biblioteca com acesso gratuito para os internautas. Essa biblioteca teria publicidade, que pagaria os direitos autorais dos livros. É isso?

Tem um prêmio para o Saiba História lá no Papo de Informática:

http://papodeinformatica.blogspot.com/2010/08/blog-de-ouro.html

Abraço!

historiadigital.org disse...

Oi professor, essa notícia é muito importante. A Alexandria moderna está prestes a se concretizar? Fica a dúvida.

Quanto a questão do Victor, acho que (quase) toda a receita do Google é com publicidade e, no caso dos livros, não seria diferente.

Um abraço

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Victor Faria

Com toda certeza, o Google não faz nada que não seja visando lucro. Agradeço pelo prêmio, estarei dando uma passadinha por lá.

Muito obrigado pela visita! :-)

Prof. Adinalzir disse...

Prezado historiadigital.org

Com certeza, estamos prestes a chegar nessa Alexandria moderna. Só que cada vez mais, usando o conhecimento para gerar lucros. E nisso o Google não perde tempo.

Um grande abraço e valeu pela visita!

Valdeir Almeida disse...

Olá, Professor,

Eu acho o projeto do Google louvável, pois vai democratizar a leitura. Por outro lado, torço para que o livro impresso jamais acabe, pois minha relação com ele é física, gosto do cheiro do toque, de folheá-lo.

Abraços e ótima semana.

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Valdeir Almeida

Também torço para que o livro de papel nunca acabe. De qualquer forma o projeto do Google irá permitir uma capacidade de armazenamento e distribuição de informações sem precedentes. Isso não podemos negar.

Valeu pela visita e um ótimo feriado!

NTE disse...

OI, Adinalzir, legal essa informação. Gostei.
Franz

Prof. Adinalzir disse...

Valeu, Franz! Muito obrigado pela visita! Um grande abraço! :-)

Sueli disse...

Olá Prof. Adinalzir,

Fico muito feliz com a sua visita frequente ao meu blog. Estou aqui para parabenizá-lo também pelo excelente trabalho do seu blog.

Abraços,

Prof. Adinalzir disse...

Olá, Profª Sueli

Agradeço a sua visita e fico muito honrado com seu comentário.

Um grande abraço, :-)

Guilherme William disse...

PRIMEIRO VEM O KINDLE, DEPOIS O IPAD, AGORA O GOOGLE?
SÃO EMPRESAS DE PESO, TENTANDO MATAR O LIVRO GENTE!
E AGORA?
GOSTEI BASTANTE DO POST.
VISITE O MEU HUMILDE BLOG, PLEASE...
WWW.TALKPEDIA.BLOGSPOT.COM.
ESTOU TE SEGUINDO!

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Guilherme William

Mesmo assim, ainda acho que todo esse poder não conseguirá derrotar o bom e velho livro de papel.

Aguarde que eu também irei te seguir.

Valeu pela visita! :-)

BlogBlogs.Com.Br