Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2010

O vampiro que descobriu o Brasil

Imagem
.
Recomendo para alunos e professores esse excelente livro de Ivan Jaf. Conta a história de Antônio Brás, um comerciante português, proprietário de uma taberna que funcionava no porto da praça principal de Restelo, perto de Lisboa. Numa noite fria de inverno, quando encerrava mais um longo dia de trabalho, Antônio foi atacado por um comandante. O mesmo cravou-lhe os dentes no pescoço deixando-o caído ao chão e com o sangue escorrendo pelo corpo.

Após o incidente sentia-se, disposto, e cheio de energia, mas estranhava o fato de não conseguir comer e nem beber nada. A partir do terceiro dia, o sol afetava estranhamente sua pele, o corpo doía e começava a enfraquecer.

Ao devorar uma ratazana, Brás retoma sua força e com ela a consciência do que acabara de fazer, e em meio ao pavor da situação, conhece Domingos, o qual lhe dá a notícia de que, assim como ele, Antônio agora era um vampiro. Domingos explica que Antônio fora atacado pelo Velho, o mais poderoso dos vampiros, o único capaz de ent…

A morte de João Pessoa e a Revolução de 30

Imagem
.
Por sugestão do amigo Cláudio Roberto de Souza do blog Almanaque de História. Coloco aqui um post que relembra um episódio muito importante e ainda pouco conhecido na história brasileira.

Nesta segunda-feira há exatos 80 anos, morria assassinado o político João Pessoa ex-governador da Paraíba (que na época era chamado de presidente) e por cujo nome é hoje conhecida a capital do Estado.

No dia 26 de julho de 1930, João Pessoa foi assassinado por João Dantas na Confeitaria Glória, na cidade de Recife (PE). Segundo historiadores, por questões de ordem pessoal e também por questões políticas, sua morte foi o estopim para um movimento armado que mudou a estrutura política nacional, gerando o episódio que ficou conhecido como Revolução de 30.

Com o assassinato de João Pessoa iniciou-se um movimento armado no país contra a posse do presidente eleito, que terminou com a deposição em 24 de outubro de 1930, do presidente Washington Luís e a subida ao poder de Getúlio Vargas. Terminava assim a Re…

A História fazendo sucesso

Imagem
Falar de História não é mais coisa só de acadêmicos. A disciplina é cada vez mais tema de conversas e leitura para todas as horas, através de várias revistas especializadas que tratam do assunto e ganham cada vez mais espaço em bancas de jornais, livrarias e até mesmo na internet.

Esse interesse histórico já ocorre há muito tempo em outros países. Na França, a primeira publicação sobre o tema surgiu em 1909, criada por Jules Tallandier e com o nome de História e a partir daí muitas outras revistas foram surgindo na Europa. No Brasil, uma publicação parecida foi a "Revista Nossa História" publicada pela Editora Vera Cruz e que deixou de circular em janeiro de 2007.

Acredito que a divulgação de temas históricos na TV tenha sido um dos motivos para esse grande interesse. Desde a minissérie Anos Dourados, a História virou estrela na mídia brasileira, fazendo com que versões romanceadas do que realmente aconteceu, levassem as pessoas a buscar mais informações para poder analisar me…

A primeira polícia brasileira e o Major Vidigal

Imagem
.
Aquarela de Augustus Earle, 1822.

Criada a partir de um modelo autoritário desde os tempos de D. João VI, a primeira polícia brasileira sempre foi muito violenta. O que contribuiu para despertar o medo e a desconfiança na nossa população até os dias atuais.

Por isso sempre é bom lembrar, do temível chefe de polícia do Rio de Janeiro na época da Corte, o famoso Major Vidigal.

Segundo o amigo André Mansur do blog Emendas e Sonetos "Vidigal escolhia seus comandados pelo tamanho e truculência e gostava de usar nas suas rondas um chicote de haste longa e pesada, com tiras de couro cru na extremidade. Os vagos procedimentos legais não eram nem de longe seguidos pelas guarnições do major, que quando chegavam numa batucada também batiam, e muito, em quem encontrassem pela frente".

Sobre ele, Mário de Andrade diz em seu livro: "O Major Vidigal, que principia aparecendo em 1809, foi durante muitos anos, mais que o chefe, o dono da Polícia colonial carioca. Habilíssimo nas diligên…

Alguns ditados populares e seus significados

Imagem
. Muitas vezes usamos certas expressões, mas não temos idéia do que elas significam.
São ditados ou termos populares que através dos anos permaneceram sempre iguais, significando exemplos morais, filosóficos e religiosos.
Tanto os provérbios quanto os ditados populares constituem uma parte importante de cada cultura.

Historiadores e escritores sempre tentaram descobrir a origem dessa riqueza cultural, mas essa tarefa nunca foi nada fácil.
O grande escritor José da Câmara Cascudo já dizia que: "os ditados populares sempre estiveram presentes ao longo de toda a História da humanidade". N o Brasil isso não é nenhuma novidade. Muitas vezes ocorrem expressões tão estranhas e sem sentido, mas que são muito importantes para a nossa cultura popular.

Mini Curso, Escravidão e Sistema de Saúde

Imagem
.
Por solicitação do amigo André Nogueira e contribuindo como ele diz, "para a sempre sedutora ciência da Clio". Coloco aqui para divulgação de todos, um curso bastante interessante a ser realizado no Instituto de Pesquisa e Memória Pretos Novos - IPNaqui no Rio de Janeiro.
.