28.3.10

A história da violência nas páginas do JB

.
Vejam aqui alguns fatos interessantes publicados no Jornal do Brasil, um dos mais antigos jornais em circulação no país, que mostram de forma clara que a questão da violência e do tráfico de drogas não tem limites e nem idade. O que mostra que a questão da violência social no Brasil é secular, vem desde a Colônia, passa pelo Império e chega na República.

Em 9 de agosto de 1892:


"Ontem, bem em frente ao Palacete Itamarati, foram presos dois menores, por terem furtado um relógio de ouro a um transeunte da Rua Larga de São Joaquim."

Em 4 de setembro de 1892:


"O Dr. Vaz Pinto, terceiro delegado, deu ontem busca na casa nº 1 da Rua do Costa e ai encontrou dois indivíduos a quem deu voz de prisão como suspeitos de serem ladrões. Na casa foi encontrada grande quantidade de uniformes, tanto da Marinha, quanto do Exército, uniformes que, ao que parece, serviam para disfarçar paisanos que se entregavam a gatunagem."

Em 15 de julho de 1922:


"Foram presos ontem três vendedores de cocaína: Heitor Dias Campelo, e os portugueses Henrique Marques e Joaquim Corrêa. Levados ao nono distrito, nada quiseram confessar. Novamente interrogados, porém, pelo senhor delegado, com muito jeito e truques habilíssimos, terminaram por reconhecer que eram vendedores do violento veneno e denunciaram como seu cúmplice um soldado da Polícia Militar."


Em 19 de julho de 1922:


"O comissário Castelo Branco prendeu ontem em flagrante João Antonio Fernandes, que vendia cocaína na Praça dos Arcos. Foram encontrados em seu poder cinco gramas do terrivel tóxico."

Para complementar. A imagem acima de autoria de Angelo Agostini, publicada no jornal Don Quixote em 1896, mostra uma extrema coincidência dos fatos também publicados em outros jornais. Onde podemos perceber que praticamente pouca coisa mudou. (Clique no desenho para ampliar e ver mais detalhes).

Veja outros assuntos em Hoje na História
.

21.3.10

Biblioteca Digital Mundial da Unesco

.
Disponibilizo aqui para meus alunos e também para todos os interessados, o site da Biblioteca Digital Mundial da Unesco, um portal com documentos raros, mapas, manuscritos e fotografias de todas as culturas disponíveis e de graça. Traduzido em seis idiomas, seu conteúdo foi digitalizado por 32 instituições de 19 países a partir da Biblioteca do Congresso norte-americano. Imperdível!
.

18.3.10

Senado aprova regulamentação da profissão de Historiador

.
No dia 10 de março de 2010 foi aprovada pela CAS (Comissão de Assuntos Internos) do Senado a profissão de historiador. O projeto de lei PLS 368/09, do senador Paulo Paim (PT-RS) e que teve como relator o senador Cristovam Buarque (PDT-DF), foi aprovado em decisão terminativa.

Esta aprovação não significa a proibição do exercício da atividade por aqueles que não possuem graduação ou mestrado ou doutorado em História, no entanto, garante, em concursos públicos, vagas aos indivíduos com formação na área. Vagas para o magistério estão incluídas nesta mudança, bem como estabelece-se a necessidade de participação do historiador na avaliação e seleção de documentos para preservação, na organização de informações para exposições, publicações e eventos, em serviços de pesquisa, e, ainda, a elaboração de pareceres, relatórios, planos, projetos, laudos e trabalhos sobre temas históricos.

Ao votar pela aprovação, Buarque destacou em seu discurso que, hoje, o campo de atuação do historiador não é mais restrito às salas de aulas, apontando, além de museus e centro culturais, a atuação do profissional em empresas do campo do turismo, da publicidade, do jornalismo, do cinema e da TV. Pela crescente importância deste ofício, o senador vê a regulamentação como meio legal de reconhecimento e valorização da profissão.

Apesar deste importante passo, isto não significa que a profissão de historiador esteja, ainda, regulamentada. O projeto continua a tramitar no Congresso Nacional. Resta, agora a todos nós, acompanhar os próximos passos desta história.

Leia mais sobre a profissão do historiador aqui e na Revista Tema Livre:

Historiadores a um passo da regulamentação de sua profissão (20 fev 2010)

Conheça, na íntegra, o projeto que visa regulamentar a profissão do Historiador

Historiador é a 5ª melhor profissão dos EUA (01 fev 2010)

É estabelecido o Dia Nacional do Historiador (18 jan 2010)
.

7.3.10

Estações Ferroviárias do Brasil

.
A bela estação de Japeri, no Rio de Janeiro, em 1990.

Clique aqui e saiba tudo sobre a história das estações ferroviárias de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Espírito Santo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Um acervo com mais de 3 mil estações catalogadas. Uma importante contribuição para o conhecimento da história das ferrovias no Brasil.
.

Projeto original do Palácio de Santa Cruz. Rio de Janeiro - RJ.

Assim como publicado na página no dia 05 de Setembro, projeto de autoria do arquiteto inglês John Johnson, contratado no governo do Rei ...