27.2.10

E viva o Rio de Janeiro!

.
No dia 1° de março, existe um motivo muito especial para se redescobrir as muitas geografias da urbe carioca. Comemora-se o aniversário da Mui Leal e Heróica Cidade de São Sebastião do Estado do Rio de Janeiro que, aos 445 anos, é memória e modernidade, com suas igrejas, centros culturais, sobradinhos e arranha-céus dispostos lado a lado.

Segundo o professor do Departamento de Geografia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), João Baptista Ferreira de Mello, a cidade seduz por sua beleza natural e arquitetônica, mas não só. O carioca é nascido em um templo sacro que reúne bairros suntuosos à periferia espontânea e pulsante.

"O Rio é símbolo de fé, de hospitalidade e de benção que a todos abraça. Trata-se de uma cidade dos cruzamentos, onde convivem segmentos de alta e de baixa renda. Condomínios, favelas e periferias são habitadas por um povo extremamente criativo, que faz comércio em seus próprios lares, construindo creches, biroscas, restaurantes e coiffeurs. Uma criatividade que se expande do "gato-velox" ou "cat-net" às "garotas da laje". O jurídico e a academia podem até discordar. Mas do ponto de vista da população que lá reside, errado é fazer juízo de valor", diz Mello, que também é coordenador do Projeto de Extensão Roteiros Geográficos do Rio, da UERJ.

Para o professor, que há oito anos está à frente de expedições geográficas pela cidade, o Rio de Janeiro é um livro aberto a ser traduzido, fonte de informação e (re) conhecimento de um povo.

"Com a oferta de excursões didáticas, gratuitas e a pé, pretendemos contribuir para a construção da autoestima do carioca, elucidando ou simplesmente apontando cenários relevantes da geografia do Rio, seja a porta de uma igreja, seja o calçamento diferenciado das ruas, seja a diversidade da arborização. Destacamos, assim, as permanências e metamorfoses ocorridas na urbe carioca, os símbolos e suas diversas expressões", conclui Mello.

Curiosidades sobre a Fundação da Cidade Maravilhosa

• O europeu que enfim desbravou a Guanabara não era lusitano, mas francês. Coube a Villegagnon o posto de primeiro a tentar povoar aquelas terras, fundando "Henri Ville", a capital da França-Antártica, em 1555. Esta, porém, não vingou: forças luso-brasileiras-temiminós lideradas pelo governador-geral do Brasil, Mem de Sá (1500-1572), destruíram-na em 1560. Mas não completamente. Ficou para o sobrinho de Mem de Sá a tarefa de ocupar de vez o lugar. Estácio de Sá (1520-1567) e sua tropa chegaram para expulsar os inimigos em 1º de março de 1565. Eis a data oficial de fundação da Mui Leal e Heróica Cidade de São Sebastião do Estado do Rio de Janeiro, no sopé do Morro Cara de Cão, atual bairro da Urca.

• Sebastião era um soldado que teria se alistado no exército romano por volta de 283 d.C. com a única intenção de afirmar o coração dos cristãos, enfraquecido diante das torturas. Originário de Narbonne e cidadão de Milão, o soldado foi morto transpassado por uma lança, tornando-se mártir e santo cristão. Com a fundação da cidade, em 1565, os portugueses nomearam-na de Mui Leal e Heróica Cidade de São Sebastião do Estado do Rio de Janeiro, em homenagem ao mártir, suplicando-lhe que ficassem livres das flechas indígenas.

Clique aqui e confira mais curiosidades sobre ruas, bairros, monumentos, centros culturais e outros locais que fazem parte da história da cidade do Rio de Janeiro. As informações são do blog Curiosidades Cariocas, mantido pelo escritor e consultor Carlos Henrique Brack.
.

20.2.10

Qual a melhor religião?

.
No momento em que o Dalai Lama visita os EUA. Coloco aqui um breve diálogo entre o teólogo Leonardo Boff e o líder espiritual tibetano quando de sua visita ao Brasil em 29/04/2006.

Leonard Boff explica:

No intervalo de uma mesa-redonda sobre religião e paz entre povos, no qual ambos, eu e o Dalai Lama, participávamos. Eu, maliciosamente, mas também com interesse teológico, lhe perguntei em meu inglês capenga:

Santidade, qual é a melhor religião? (Your holiness, what’s the best religion?) Esperava que ele me dissesse:

É o budismo tibetano ou são as religiões orientais, muito mais antigas do que o cristianismo.

O Dalai Lama fez uma pequena pausa, deu um sorriso, me olhou bem nos olhos – o que me desconcertou um pouco, porque eu sabia da malícia contida na pergunta e afirmou:

A melhor religião é a que mais te aproxima do desapego. É aquela que te faz melhor.

Para sair da perplexidade diante de tão sábia resposta. Voltei a perguntar:

O que me faz melhor?

Respondeu ele:

Aquilo que te faz mais compassivo (E aí senti a ressonância tibetana, budista, taoísta de sua resposta). Aquilo que te faz mais sensível, mais desapegado, mais amoroso, mais humanitário, mais responsável...

Mais ético... A religião que conseguir isso de ti, é a melhor religião...

Calei, maravilhado, e até os dias de hoje fico pensando na sua resposta sábia e irrefutável...

Por isso, não me interessa amigo, a tua religião ou mesmo se tem ou não religião.

O que realmente importa é a tua conduta perante o teu semellhante... seus amigos... tua família, teu trabalho perante o mundo...

Pense nisso e comente...

Saiba mais sobre Leonardo Boff. Clique aqui

Saiba sobre a visita do Dalai Lama nos EUA. Clique aqui
.

17.2.10

Que maneiro! Ganhei um prêmio!

.
Foi com muita alegria que recebi a notícia de que fui o ganhador do prêmio da promoção de aniversário do Este Blog é minha rua, do meu amigo Franz (Vejam aqui). Me sinto honrado com a distinção. Isso prova que cada vez mais temos que nos unir, pois somente a nossa união irá respaldar a responsabilidade que temos. Porque além de sermos professores, também fazemos a diferença, já que somos um time de Professores Blogueiros antenados com a Educação.

Muito obrigado, meu Caro Franz!

.

16.2.10

Big Brother Brasil, no cordel de Antônio Barreto

.
É impressionante a capacidade que o nosso povo tem de criar. Ao contrário do que muitos pensam, as classes menos favorecidas do nosso país têm uma sensibilidade e criatividade fora do comum. E volta e meia nos deparamos com expressões populares de intenso senso crítico e de contestação.

É o caso, por exemplo, do professor e grande cordelista baiano Antonio Barreto, que ficou conhecido em todo o Brasil ao fazer uma verdadeira crítica social em forma de cordel. O autor satiriza e faz uma inteligente crítica ao programa Big Brother Brasil e ao seu apresentador, Pedro Bial. O cordel "Big Brother Brasil, um programa imbecil" vem causando muita polêmica. Uma vez que o professor ,não mede as palavras e solta o verbo e o talento contra o Reality Show da "toda poderosa" Rede Globo.

Vejam abaixo o texto na íntegra:

Curtir o Pedro Bial
E sentir tanta alegria
É sinal de que você
O mau-gosto aprecia
Dá valor ao que é banal
É preguiçoso mental
E adora baixaria.

Há muito tempo não vejo
Um programa tão ‘fuleiro’
Produzido pela Globo
Visando Ibope e dinheiro
Que além de alienar
Vai por certo atrofiar
A mente do brasileiro.

Me refiro ao brasileiro
Que está em formação
E precisa evoluir
Através da Educação
Mas se torna um refém
Iletrado, ‘zé-ninguém’
Um escravo da ilusão.

Em frente à televisão
Lá está toda a família
Longe da realidade
Onde a bobagem fervilha
Não sabendo essa gente
Desprovida e inocente
Desta enorme ‘armadilha’.

Cuidado, Pedro Bial
Chega de esculhambação
Respeite o trabalhador
Dessa sofrida Nação
Deixe de chamar de heróis
Essas girls e esses boys
Que têm cara de bundão.

O seu pai e a sua mãe,
Querido Pedro Bial,
São verdadeiros heróis
E merecem nosso aval
Pois tiveram que lutar
Pra manter e te educar
Com esforço especial.

Muitos já se sentem mal
Com seu discurso vazio.
Pessoas inteligentes
Se enchem de calafrio
Porque quando você fala
A sua palavra é bala
A ferir o nosso brio.

Um país como Brasil
Carente de educação
Precisa de gente grande
Para dar boa lição
Mas você na rede Globo
Faz esse papel de bobo
Enganando a Nação.

Respeite, Pedro Bial
Nosso povo brasileiro
Que acorda de madrugada
E trabalha o dia inteiro
Dar muito duro, anda rouco
Paga impostos, ganha pouco:
Povo HERÓI, povo guerreiro.

Enquanto a sociedade
Neste momento atual
Se preocupa com a crise
Econômica e social
Você precisa entender
Que queremos aprender
Algo sério – não banal.

Esse programa da Globo
Vem nos mostrar sem engano
Que tudo que ali ocorre
Parece um zoológico humano
Onde impera a esperteza
A malandragem, a baixeza:
Um cenário sub-humano.

A moral e a inteligência
Não são mais valorizadas.
Os “heróis” protagonizam
Um mundo de palhaçadas
Sem critério e sem ética
Em que vaidade e estética
São muito mais que louvadas.

Não se vê força poética
Nem projeto educativo.
Um mar de vulgaridade
Já tornou-se imperativo.
O que se vê realmente
É um programa deprimente
Sem nenhum objetivo.

Talvez haja objetivo
“professor”, Pedro Bial
O que vocês tão querendo
É injetar o banal
Deseducando o Brasil
Nesse Big Brother vil
De lavagem cerebral.

Isso é um desserviço
Mal exemplo à juventude
Que precisa de esperança
Educação e atitude
Porém a mediocridade
Unida à banalidade
Faz com que ninguém estude.

É grande o constrangimento
De pessoas confinadas
Num espaço luxuoso
Curtindo todas baladas:
Corpos “belos” na piscina
A gastar adrenalina:
Nesse mar de palhaçadas.

Se a intenção da Globo
É de nos “emburrecer”
Deixando o povo demente
Refém do seu poder:
Pois saiba que a exceção
(Amantes da educação)
Vai contestar a valer.

A você, Pedro Bial
Um mercador da ilusão
Junto a poderosa Globo
Que conduz nossa Nação
Eu lhe peço esse favor:
Reflita no seu labor
E escute seu coração.

E vocês caros irmãos
Que estão nessa cegueira
Não façam mais ligações
Apoiando essa besteira.
Não deem sua grana à Globo
Isso é papel de bobo:
Fujam dessa baboseira.

E quando chegar ao fim
Desse Big Brother vil
Que em nada contribui
Para o povo varonil
Ninguém vai sentir saudade:
Quem lucra é a sociedade
Do nosso querido Brasil.

E saiba, caro leitor
Que nós somos os culpados
Porque sai do nosso bolso
Esses milhões desejados
Que são ligações diárias
Bastante desnecessárias
Pra esses desocupados.

A loja do BBB
Vendendo só porcaria
Enganando muita gente
Que logo se contagia
Com tanta futilidade
Um mar de vulgaridade
Que nunca terá valia.

Chega de vulgaridade
E apelo sexual.
Não somos só futebol,
baixaria e carnaval.
Queremos Educação
E também evolução
No mundo espiritual.

Cadê a cidadania
Dos nossos educadores
Dos alunos, dos políticos
Poetas, trabalhadores?
Seremos sempre enganados
e vamos ficar calados
diante de enganadores?

Barreto termina assim
Alertando ao Bial:
Reveja logo esse equívoco
Reaja à força do mal…
Eleve o seu coração
Tomando uma decisão
Ou então: siga, animal…

FIM

Salvador, 16 de janeiro de 2010.

Veja aqui outro link sobre o autor:

COMENTÁRIO: Esse e outros trabalhos de Antonio Barreto revelam que o conhecimento não é uma característica só dos cultos, mas de todos que o procuram. Mostra que muito artistas e cordelistas, muitas vezes, possuem mais talento do que muitos filósofos famosos. Essa é a característica da Literatura de Cordel, ao utilizar a linguagem popular, muitas vezes desprezada pelos "cultos" para criar verdadeiras obras literárias, e ainda inserir um contexto bastante reflexivo em suas estrófes. A sabedoria que existe nesses versos é a luz no fim do túnel para as pessoas que, como eu, detestam este programa, mas que acabam assistindo ou então mudam de canal.
.

12.2.10

Manter um blog ou uma planta, qual é mais difícil?

.
Deve parecer um pouco estranho o titulo deste artigo num Blog de História, mas é uma realidade.

Seu Blog é uma planta, logo, se você gosta de plantas vai tirar de letra essa historia de blogar.

Mas porque esta comparação? O que a planta tem haver com meu Blog?

È tão simples quanto óbvio, se já teve paciência, amor e dedicação para cuidar de uma planta, cuidar do seu Blog será uma tarefa super simples.

A planta requer atenção, dedicação e claro muito amor. Com o tempo ela ficará grande e com solidas raízes. Esse é mais um grande segredo para o seu Blog tornar-se um Sucesso.

Saiba que é impossível construir algo com amor e dedicação da noite para o dia, então não espere que seja diferente com seu Blog.

Se conseguir manter esses ingredientes em harmonia, e procurar melhorar o seu Blog a cada dia, tenha certeza de que poderá se tornar o novo nome no mundo da Blogosfera em breve.

Esse novo mundo do Blog Profissional ainda desconhecido por muitos.

Experimente cuidar de uma planta por 3 meses, parece uma tarefa simples e fácil, mas terá que tomar cuidado com alguns detalhes como:

Vai ter que superar a rotina diária;
Terá que manter a disciplina para cuidar dela;
Terá que observar constantemente para ela não secar;
Deverá tomar cuidado com o ataque de pragas;
Tenha cuidado com seu cachorro, ele pode inventar de brincar de escavadeira com ela;
Tome cuidado com o "olho gordo", ele pode destruir sua planta (essa é dita pela minha mãe, que ama suas plantas e não abre mão de nenhum dos seus vasos, rs).

Se convertermos esse exemplo para o seu Blog, verá que muitos destes ataques podem ocorrer com você no dia a dia, mas o principal ataque que você deve combater é o seu.

Você é a única pessoa que pode acabar com seus sonhos.

Não desista nunca, procure ter mais amor e carinho com as coisas que se dedica na sua vida.

Você acha que manter um Blog é uma tarefa simples?

COMENTÁRIO: Ai está um post muito interessante e que diz tudo que muitos blogueiros deveriam saber. E todos os créditos vão para a criatividade do criador, o meu amigo Rogério Gomes do site WRG.

6.2.10

A História do Brasil nas bibliotecas distantes

.
Navegando na internet é possível encontrar preciosidades bibliográficas pouco conhecidas sobre a História do Brasil. O professor Renato Venâncio, da Universidade Federal de Ouro Preto, guia o leitor em um passeio por acervos de bibliotecas de vários países. Clique e saiba mais
.

Projeto original do Palácio de Santa Cruz. Rio de Janeiro - RJ.

Assim como publicado na página no dia 05 de Setembro, projeto de autoria do arquiteto inglês John Johnson, contratado no governo do Rei ...