Postagens

Mostrando postagens de Março, 2014

Limpeza e sujeira

Imagem
Para cada cultura e para cada diferente época, a guerra entre “limpo e sujo” desenvolveu-se de um modo específico. Na Idade Média, por exemplo, cultivavam-se as abluções completas e repetidas. Os cruzados haviam trazido do Oriente o hábito dos banhos de estufa. Esses eram lugares de alegre promiscuidade, onde os corpos eram tratados, depilados e perfumados pelas diligentes mãos do barbeiro, misturando-se à água e ao vapor. Mas o cristianismo nunca incentivou esse uso da água — basta pensar no tradicional encardido monástico —, e passou a desenvolver uma profunda desconfiança em relação aos banhos.
Desde o século XVI, o anátema da Igreja abateu-se sobre as “estufas” e os banhos, sob a alegação de que aí desenvolviam-se atitudes obscenas e condutas licenciosas. Mas os constrangimentos eram também de ordem material. Com o crescimento das cidades, aos fins do século XV, não havia água suficiente ou madeira para aquecer os banhos. Eis porque a sujeira do corpo sedentarizou-se, passando a se…