14.11.11

Motoristas alegres, sádicos e irresponsáveis

.
Na foto acima vemos um acidente de trânsito na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro dos anos 40.

O que mostra que o trânsito brasileiro sempre foi motivo de muita discussão e de muita legislação. Vira e mexe são feitas campanhas publicitárias, debates no Congresso e mobilizações da sociedade civil para tentar diminuir os efeitos nocivos das constantes infrações às regras por parte dos motoristas.

Não é de hoje que os hábitos dos brasileiros ao volante já chamavam a atenção de personalidades estrangeiras. Foi o caso do escritor franco-argelino Albert Camus (1913-1960), que registrou sua impressões quando passou por aqui na década de 1940. Em poucas linhas, ele fez um diagnóstico preciso: "Os motoristas brasileiros ou são alegres loucos ou frios sádicos. A confusão e a anarquia deste trânsito só são compensadas por uma lei: chegar primeiro, custe o que custar."

Em Diário de Viagem, de Albert Camus.
.

10 comentários:

Valdeir Almeida disse...

Prof. Adinalzir,

Vê-se que a má-educação e falta de responsabilidade do motorista brasileiro são históricas. Assim como é histórica a vergonha que ficamos diante dos outros países.

Só mesmo com leis mais severas essa cultura criminosa pode acabar.

Abraços e obrigado pelos elogios ao meu texto sobre "EdMunda".

Victor Faria disse...

Prof. Adinalzir,
E a maioria dos acidentes são provocados por imprudência dos motoristas e isso nem deve ser de hoje, mas é claro que cada vez mais isso aumenta, já que os carros estão cada vez mais evoluidos, o que faz estes motoristas pensarem que podem tudo no trânsito.
Um ótimo feriado, professor!

Lima Júnior disse...

A imprudência e a inércia do Poder Judiciário tem possibilitado um número cada vez maior de "motoristas alegres, sádicos e irresponsáveis".

Fraternal abraço,
Lima Júnior

Giovana disse...

Interessantíssima a observação de Camus. Por isso mesmo, acredito que a criminalização do ato de dirigir embriagado é necessária, uma vez que a punição é uma forma de inibir tal atitude.
Assim espero!

LEANDRO CHH disse...

Olá Professor Adinalzir,
Eu particularmente estou cansado da falta de respeito que nossos irmãos brasileiros demonstram por sua vida e a dos outros no trânsito.
São motoqueiros empinando motos, correndo, carros envenenados, pegas, desrespeito aos limites de velocidade, motoristas bebados etc é uma anarquia geral. Para aguentar o trânsito brasileiro só muita fé e coragem, pois além da falta de educação no trânsito temos estradas horrendas, verdadeira "burracaria" desgraçada.
SOLUÇÃO:
CANA NELES, E DA PESADA!!! COMO OCORRE NOS ESTADOS UNIDOS.
E ai sim educar a geração atual para então começar a fechar as prisões por falta de infrações.
Educação!!!!!!
Um grande abraço amigo,
Leandro CHH

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Valdeir Almeida
Dirigir não deveria ser para qualquer um em nosso país. Creio que não existe interesse em criar leis mais severas por que isso iria mexer com o faturamento das grandes montadoras.
Abraços e muito grato pela visita!

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Victor Faria
Infelizmente ainda vamos ter que conviver com a irresponsabilidade e a falta de educação no trânsito por um bom tempo. Será que conseguiremos melhorar nas próximas gerações? Só Deus dirá. Grato pela visita!

Prof. Adinalzir disse...

Meu caro Prof. Lima Júnior
Para mim, existe um jogo duplo de interesses. Para que punir com tanto rigor? Para que se meter com os grandes negócios? É preciso cada vez mais vender automóveis. Enquanto isso os motoristas irresponsáveis vão se achando que são os poderosos no trânsito. Um grande abraço!

Prof. Adinalzir disse...

É isso aí, minha amiga Giovana!
Cadeia e Lei Seca neles! Sobre essa questão eu também torço que os nossos magistrados acordem. Valeu pela visita! Abraços! :-)

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Leandro CHH
Também concordo que só com penas mais rigorosas e educando as criancinhas, poderemos ter no futuro um trânsito um pouco melhor. E muita fé e coragem. Valeu amigo pela visita! Um grande abraço!

BlogBlogs.Com.Br