18.11.11

Comissão aprova regulamentação da profissão de historiador

.
A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados aprovou proposta que regulamenta o exercício da profissão de historiador. De acordo com a proposta, historiador é o profissional responsável pela realização de análises, de pesquisas e de estudos relacionados à compreensão do processo histórico e pelo ensino da História nos diversos níveis da educação.

Clique aqui e acesse a Agência Câmara de Notícias para saber mais sobre esse assunto, de grande interesse para toda a comunidade de historiadores.

Clique aqui e conheça a proposta que já havia sido aprovada pelo Congresso Nacional no ano de 2010.
.

24 comentários:

Giovana disse...

Que legal!! Fico contente :)
É muito importante.

Leonardo Oliveira disse...

Fale Professor Adinalzir, tem que dá essa informação para os jornalistas (rsrs). Mais uma vez passando para prestigiar o SAIBA HISTÓRIA. Abraços!

LEANDRO CHH disse...

Olá meu amigo e Professor Adinalzir,
Já estava mais do que na hora. Era uma falta de respeito com todos os historiadores, uma das profissões mais antigas do mundo ainda não ter sido regularizada no Brasil. Que a História faça justiça aos historiadores, pois queremos ver a Educação do eventos históricos ser ensinada por profissionais treinados para tanto.
Não podemos permitir como vemos (eu vejo)acontecer nas escolas, professores formados em Ed. Física dando aula de História, professores formados em Biologia darem aula cuja responsábilidade caberia ao historiador.
Espero que com a regulamentação da profissão de historiador venha junto também mais respeito as pessoas que estudaram e estudam sua vida toda em prou dessa obra.
VIVA A HISTÓRIA!
VIVA AOS HISTORIADORES!
VIVA A JUSTIÇA!
Um abraço,
Leandro CHH

Prof. Adinalzir disse...

Prezada Giovana
Como sempre fico muito contente com sua visita e comentário. Abraços!

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Prof. Leonardo Oliveira
Com certeza, notícias como essa não interessam aos jornalistas da grande mídia. Ainda bem que temos os blogs e os nossos amigos para divulgar. Abraços e muito obrigado pela visita!

Prof. Adinalzir disse...

É isso aí, Prof. Leandro CHH!
Concordo plenamente com você. É preciso respeitar mais a História e os historiadores. Fico muito grato pelo texto, cheio de firmeza e determinação. Abraços!

José Lima Dias Júnior disse...

Olá Adinalzir,

Mais que merecido aos historiadores do Brasil, a aprovação da regulamentação da profissão de historiador. Um grande avanço!

Abraço fraternal,
Lima Júnior

Prof. Adinalzir disse...

É isso aí, Prof. José Lima Júnior
Os historiadores merecem! Muito obrigado pela visita.Abraços! :-)

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Caro Prof. Adinalzir

Está mais que hora, a regulamentação da profissão do Historiador. Sinto-me uma historiadora, mas não terei o direito de obter o belíssimo título, que logo será concedido aos que possuem a Licenciatura em História.
Estou pensando seriamente em cursar um Mestrado em História.
Tive um tio-avô, Antônio Bezerra de Menezes, que foi um extraordinário Historiador cearense. Muito contribuiu para a historiagrafia do Ceará. Além de ter lutado pela Libertação dos Escravos, foi um intelectual que pertenceu aos movimentos literários de sua época (século XIX-início do XX), sendo membro da Padaria Espiritual e da Academia Cearense de Letra. Era irmão de meu avô materno.
Com certeza está "aplaudindo" a futura (em breve) regulamentação da profissão de Historiador.

Parabéns, confrade amigo (sou licenciada em Pedagogia e Administração Escolar), pela grande divulgação que faz de sua bela profissão.

Forte abraço,
da Lúcia

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Olá

Onde existe
a semente
da educação da esperança,
haverá sempre
alguém que busque cultivá-la.
Muitas lições bonitas
são colhidas aqui.
Este é sentido
que dá sentido
a um espaço de ideias.

Viver é se fazer eterno
para o coração de alguém.

Gil disse...

Boa noite, Prof. Adinalzir.

Primeiramente quero lhe parabenizar pelo belissimo blog e pela regulamentação de historiador.

Contudo, fugindo um pouco deste tema eu tenho uma pergunta e não encontrei outra forma de fazer se não mandando como comentário.

Professor estou estudando e tive uma grande dúvida em relação a minha resposta para esta pergunta:

P= O caráter cientifico e a vontade politica são pontos fundamentais para qualquer tipo de reforma do estado. Explique isso.

OBS= quando falo de estado, falo de brasil , ou seja, estado brasileiro.

Por favor me ajude.

lucidreira disse...

Olá professor, estamos de volta e com maquina nova.
Parabeniso a todos os historiadores do Brasil por isso, espero que tenham doravante um compromisso com a sociedade brasileira nos deixando mais informados. É só divulgar e dissiminar História.
Abraço

Rafael Lapuente disse...

Olá colega!

Vi seu comentário sobre meu post ' a memória do holocausto no brasil', que estava com o link desativado. Passo para lhe informar que o link foi corrigido.

Grato pela visita ao meu blog!

visite o post corrigido:

http://historialecionada.blogspot.com/2011/11/memoria-do-holocausto-no-brasil.html

Prof. Adinalzir disse...

Prezada Lúcia Bezerra de Paiva
Fico muito contente com sua visita e comentários sempre muito enriquecedores aqui neste blog. Espero que o Mestrado em História seja um sonho que você consiga realizar. Eu estarei torcendo.
Um grande abraço! :-)

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Aluisio Cavalcante JR
A semente da educação e da esperança irá sempre germinar enquanto existir sonho e poesia. O Saiba História agradece de coração a sua visita
Um forte abraço! :-)

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Gil

Primeiramente vou tentar responder a sua pergunta:

O caráter científico representa uma produção de conhecimento sobre um objeto de estudo específico, que está embasado em estudos já realizados por outros autores, ou quando se trata de um objeto ou fenômeno, a ser sustentado por hipóteses, verificações, análises, resultados, conclusões, etc. Já a vontade política é a capacidade de satisfazer as necessidades de uma sociedade, de forma reconhecida pela maioria dos seus integrantes.

Portanto, a vontade política se materializa quando a sociedade possui uma necessidade e torna pública essa necessidade de forma racional, sensibilizando os poderes públicos, e muitas vezes até o setor privado. Ou seja, espontaneamente, reúnem-se todas as condições políticas, culturais, econômicas, (científicas) e sociais, tornando possível a realização de práticas legais para o atendimento da satisfação da necessidade. Assim, fica claro que a vontade política não pertence a ninguém. Não é uma determinada autoridade pública que tem a vontade política para a satisfação de uma necessidade social. A vontade política não pertence a ninguém; é um sentimento social resultante da integração das vontades de cada um dos integrantes de uma sociedade.

Logo, percebe-se que a materialização da vontade política induz ao aparecimento das verbas, à criação das fundações de vários tipos, dos programas sociais, das campanhas públicas. É importante observar também que a organização da sociedade agiliza a criação do ambiente para o desenvolvimento da vontade política.

Então, quando se diz: o que falta é vontade política! Significa que ainda não foram reunidas todas as condições necessárias para que uma determinada necessidade social comece a ser satisfeita. Por isso a importância das associações de bairros, da escolha correta dos vereadores, deputados e senadores.

Portanto, podemos concluir que o caráter cientifico e a vontade politica estão interligados em qualquer tipo de reforma do estado quer seja: municipal, estadual e federal.

Espero ter ajudado e fico muito grato pela visita. Abraços!

Prof. Adinalzir disse...

Meu caro Lucidreira
Creio que todos os historiadores do Brasil ficarão bastante contentes com essa notícia e com o apoio de todos vocês pela História. Fico grato com seu retorno e de máquina nova, rsrs.
Abraços e me aguarde nos seus blogs!

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Rafael Lapuente
Com toda certeza estarei visitando o seu blog e disseminando mais e mais informações em prol da História. Agradeço pela visita e comentário.
Um grande abraço!

Valdeir Almeida disse...

Enfim,

A regulamentação traz diversos benefícios, proteção e reconhecimento.

Parabéns a você e aos demais historiadores.

Abraçcos.

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Valdeir Almeida
Eu levo muita fé nas suas palavras. Vamos todos esperar isso acontecer.
Abraços e grato pela visita!

LEANDRO CHH disse...

Salve Professor Adinalzir,
Esse é o lugar da História!!
Sempre na luta irmãos historiadores!!!
"Nosso futuro encontrasse em encararmos os erros do passado."
Saudações históricas,
Leandro CHH

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Leandro CHH
Tudo pela História! Fico grato pela visita. Aguarde minhas visitas no seu blog. Saudações Fraternas!

Victor Faria disse...

Caramba! Não sabia que a profissão de historiador não era regulamentada, mas que bom que agora é.
Parabéns a todos os profissionais da área, agora devidamente regulamentados.
Abraço!

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Victor Faria
Estamos todos torcendo para o sucesso dessa importante medida. Abraços e muito obrigado pela visita!

BlogBlogs.Com.Br