7.4.11

Massacre em colégio do Rio de Janeiro

.
Este blog, escrito por um professor, está de luto.

É a primeira vez que uma escola brasileira é palco de uma tragédia como essa. Um homem invadiu a Escola Municipal Tasso da Silveira, no bairro de Realengo, zona oeste do Rio de Janeiro e abriu fogo, deixando doze crianças mortas e quase trinta feridos. O atirador cometeu suicídio ao ser encurralado pela polícia.

O criminoso, que portava duas armas, disparou contra os alunos com a intenção de matá-los, já que os tiros foram direcionados à cabeça dos estudantes.
Não dá para entender o que se passa pela cabeça de um louco que às 8 horas da manhã de hoje, dia 07/04/11, entrou dentro de uma escola com várias crianças estudando e foi atirando para matar, sem dó nem piedade.

Eu fico pensando na dor que está sentindo os pais dessas crianças que sairam de casa para estudar e foram mortas por um louco, que sem mais nem menos, entrou na escola e foi atirando em pessoas indefesas e inocentes. Aos pais e familiares, eu deixo aqui meus sentimentos.
Infelizmente, doze anos depois, os tiros de Columbine foram disparados. Só que dessa vez, aqui na cidade do Rio de Janeiro. É muito triste.

Segundo o Prof. Josimar, do blog Remexendo o Passado, esse fato mostra que é preciso urgente dar mais atenção e investimentos a duas áreas sociais muito importantes para o nosso país: a segurança e a educação. Seu texto, aliás bastante interessante e conclusivo, revela também outros episódios semelhantes que já aconteceram pelo mundo. Clique aqui e leia o conteúdo completo.
Link

29 comentários:

lucidreira disse...

O horror de primeiro mundo!
Estamos em luto solidário.
Abraço

Anônimo disse...

Olá , me chamo Vânia Freitas morro em Sumé ParaíbA.
Sou professora das séries inicias, sou mãe e antes de tudo um ser humano .
Estou estarecida com tamanha violência, já chorei tanto hj que não aguento mais ver as reportagem
Venho através desta msg deixar os meus sentimentos para essas famílias, e pedir ao Divino espitito que os fortaleça seus corações para suportar tamanha dor.

Em nome de todos os Paraíbanos dixo aqui os nossos sentimentos.

Vânia de Freitas disse...

Olá, me chamo Vânia Freitas morro em Sumé Paraíba.
Sou professora das séries inicias, sou mãe e antes de tudo um ser humano.
Estou estarrecida com tamanha violência, já chorei tanto hoje que não agüento mais ver as reportagens
Venho através de esta msg deixar os meus sentimentos para essas famílias, e pedir ao Divino espírito que os fortaleçam seus corações para suportar tamanha dor.

Em nome de todos os Paraibanos deixo aqui os nossos sentimentos.

Anônimo disse...

Eu também vânia, já chorei bastante: fiquei chocada quando eu vi anoticia, passou um frio pelo meu corpo e fiquei toda aripiada; sintir que a queile rapaz que atirou nas crianças, ele estava pertubado por forças ocultas malignas... que Deus tenha misericordia da sua alma.
para os familares das vitimas..."a tristeza pode ser intensa mais jamais será eterna" a felicidade pode demorar a chegar, mas o importante é, que ela venha para ficar e não esteja apenas de passagem... só Deus pode consolar o coração dos familhares.
Que Deus abençoe e proteja a vida desse Sargento que ariscou a sua vida, para salvar vidas... é com muita tristeza que deixo aqui o meu comentário.
me chamo Graça Fiquer moro em Maringá PR.

Anônimo disse...

Esse rapaz estava com a sua alma muito pertubada e atribulada, porque ele não temia o Senhor de verdade.
diz a palavra de Deus : Há no coração do ímpio a voz da transgressão; não há temor de Deus diante de seus olhos.
Salmos 36:1
Perto está o SENHOR dos que têm o coração quebrantado e salva de espírito oprimido.
Muitas são as aflições do justo, mas o Senhor de todas o livra.
SALMOS 34:18, 19
o homem que não tem o temor de Deus, ele é como a palha que o vento dispersa. O vento vai levando,levando... até chegar na roda dos pecadores, e se assentam na roda dos escarnecedores.
SALMO 1
Um abraço Graça Fique de Maringá PR

Professor Josimar disse...

O triste fato no comove e nos emociona, com toda certeza. Pais, alunos, professores, comunidade de maneira geral se coloca no lugar dos envolvidos nessa tragédia. Esperamos que isso jamais volte a acontecer e que a escola ganhe a atenção e o valor merecidos por parte daqueles que podem e devem fazer algo por ela. Agradeço ao prof Adinalzir pelo comentário em meu blog e por fazer referência ao meu texto em seu post. Forte abraço e continuemos esperançosos na vinda de dias melhores e de repleta justiça. Abraço à todos os seus leitores e seguidopres também.

Anônimo disse...

Oi eu sou mariana do ceará,uma estudante de pedagogia e estou paralizada com tamanha crueldade, como um ser humano tem coragem de destruir vidas tão cruelmente, sonhos cortados, adolescentes lutando por um futuro melhor, uma tragedia, até agora estou sofrendo, chorando.imagina os familiares dessas crianças.Eu peço a DEUS que conforme essas familias nesse momento tão dificil.

José Lima Dias Júnior disse...

Olá, Professor!

O País chora pelas vítimas do Massacre no Rio. Porém, não podemos esquecer (não quero, aqui, justificar o ato insano do jovem atirador)que este jovem foi vítima de uma sociedade hipócrita, preconceituosa e conservadora. Por mais que ele sofresse qualquer ato de discriminação ou preconceito, tal atitude não isenta de tamanha brutalidade. Por trás desse "louco", "monstro" (como interpreta a maioria das pessoas) escondia um jovem cheio de traumas adquiridos ao longo do tempo. Ele, aparentemente, apresentva uma personalidade neurótica que apresenta divisões muito angustiantes. Creio que ele tenha, mediante um surto psicótico, perdido o contato com o mundo exterior. Será que este jovem não sofrera rejeição, exclusão por parte dos amigos, garotas e familiares? Para mim, esse desligamento do mundo e a diminuição a afetividade não se deu por acaso.
Diante do exposto, cabe um questionamento, o que leva uma pessoa a ter um comportamento com esse?
Neste momento de dor e sofrimento devemos prestar solidariedade as famílias das vítimas.

Um forte abraço,
Prof. Lima Júnior

Luiz Reginaldo Silva disse...

E ai professor...

Aqui coloco as mesmas palavras do professor Lima Junior onde diz que esta pessoa de tão cruel violência é fruto de nossa sociedade... e isso é lamentável.

Vamos permanecer por muito tempo em LUTO.

Abraços.

Victor Faria disse...

Olá, professor!
É realmente difícil entender o que se passa na cabeça de um sujeito como esse, a ponto de cometer tal massacre. E tão difícil é saber como será a vida dos pais dessas crianças/adolescentes brutalmente assassinados.

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Lucidreira
Infelizmente, a brutalidade, o pânico e o terror são parceiros da insegurança. Antes só acontecia no resto do mundo. Agora foi no Brasil. Será o fim do mundo?
Muito obrigado pela visita! :-(

Prof. Adinalzir disse...

Prezada Vânia Freitas
A tragédia ocorrida nessa escola do Rio é mais uma cena do campo de batalha que enluta diariamente o cotidiano do carioca. Tornando-se comum em todo o Brasil.
Fico grato pela visita!

Prof. Adinalzir disse...

Prezada Graça Fiquer
Fico grato com sua visita e comentários. Toda essa tragédia sem limites que abala inúmeras famílias, deixa um enorme vazio e uma grande tristeza no coração do povo do Rio de Janeiro e de todo o Brasil.
Abraços! :-(

Prof. Adinalzir disse...

Caro Professor Josimar
Que esse triste fato sirva de alerta para todas as escolas estaduais e municipais do Brasil. Nós, professores, funcionários e alunos, não estamos seguros. As autoridades devem se organizar para dar mais segurança às escolas, antes que outras tragédias como essa aconteçam.
Abraços e muito obrigado pela visita!

Prof. Adinalzir disse...

Olá, Mariana do Ceará
Que Deus, com sua infinita misericórdia, receba esses irmãozinhos que partiram prematuramente, que apesar de deixarem um imenso vazio, estarão sempre presentes em nossos pensamentos e orações.
Grato pela visita e volte sempre!

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Prof. José Lima Dias Júnior
Concordo plenamente. E tem mais, as pessoas em desequilíbrio dão sinais de sua situação psíquica, deixam pistas e cabe aos que com elas convivem perceberem e agirem, mas estão todos sempre muito ocupados para isso. Espero que muitas lições sejam tiradas com as perdas dessa tragédia e com a dor de tê-las.
Deixo aqui o meu abraço!

Prof. Adinalzir disse...

Caro Prof. Luiz Reginaldo Silva
Onde esse mundo vai parar? Infelizmente, somos professores e estamos todos com medo, por nossos alunos, por nossas famílias, por todos nós. Que Deus proteja o Brasil.
Grato pela visita, deixo aqui o meu abraço!

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Victor Faria
Que esse massacre em Realengo não incentive outras pessoas de mentes fracas a repetir esse gesto. Chegou a hora de dar um basta em tanto sofrimento para a população.
Valeu pela visita e me aguarde lá no Papo de Informática! Abraços!

Rogério Lincoln disse...

Na minha opinião o Bulling mais uma vez pode ter relação com esse tipo de tragédia. Infelizmente muitas pessoas não tem consciência do estrago psicológico que o Bulling pode causar.
Já está passando da hora de olharmos com mais atenção para este assunto. Estragos psicológicos são doenças silenciosas e a grande maioria das pessoas são ignorantes e tem muita dificuldade de entender e aceitar a existência desses problemas.

Izabelle Costa disse...

Caro colega,
Não consegui escrever sobre o fato. Faltaram-me as palavras.
Importa-se de colocar seu link na minha página ? Gostaria que meus alunos lessem.

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Rogério Lincoln
Certamente, o bullying é uma questão muito frequente em nossa sociedade. E com toda certeza, deveria ser severamente punido nas escolas, principalmente entre os adolescentes.
Agradeço a sua visita e comentário!

Prof. Adinalzir disse...

Prezada Izabelle Costa
Só tenho a dizer que toda a sociedade brasileira está traumatizada. Resta agora torcer para que essa barbaridade não se repita. Quanto a utilizar o meu link com seus alunos. Fique a vontade, pois para mim será um prazer.
Abraços e grato pela visita! :-)

LEANDRO CHH disse...

Olá, Professor Adinalzir.
Não existe uma palavra melhor para expressar essa trajédia senão LUTO! Acredito que por detrás desse evento existem inúmeras circunstâncias sociais a serem analisadas.
Como nosso governo permite que um jovem cidadão tenha acesso tão facilmente à armas de fogo?
Como nossa sociedade deixa uma pessoa à merce de uma doença ou psicopatia?
Como alguém que não é aluno ou pai de aluno têm acesso tão facilmente ao interior da escola?
Refletir é preciso, não podemos permitir que isso ocorra novamente, como acontece tão banalmente em paises de "primeiro mundo"
Um abraço,
Leandro

Franz disse...

Pois é, meu amigo Cidreira, somos humanos e como tal sujeitos as mais complexas e inexplicáveis atitudes. Esse crime bárbaro SÓ podia ser cometido por um ser humano. E isso, essa complexidade que ignoramos faz parte de nossa natureza. Essa complexidade nos engrandece, mas nos destrói de igual modo.
Por outro lado, se existe um Deus que é Onipotente, Onisciente e Onipresente, e se acreditarmos que tudo que acontece é segundo Sua vontade, então...

Forte e fraterno abraço
Ah! Fotografia é uma cachaça deliciosa.
Franz

Franz disse...

Ô, caro amigo Adinalzir, no comentário anterior, por engano acabei escrevendo Cidreira, em vez de seu nome, porque vi a foto do amigo Cidreira no 1º comentário acima, Desculpe.
Forte e fraterno abraço
Franz

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Leandro CHH
Acredito que todas as escolas públicas do nosso país precisam de psicólogos, merendeiras, inspetores, mais professores, orientadores educacionais, dentistas, médicos, salas menos cheias, paciência, amor, política salarial decente, seriedade, transparência, pais presentes, enfim, são tantas coisas que precisamos nas escolas que acho que não caberiam aqui. E isso é papel do governo. Enquanto dura o luto, acho que toda a sociedade deve refletir seriamente sobre as causas dessa violência e saber como liquidá-las.
Grato pela visita!

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Franz
Que este fato aterrador nessa escola de Realengo sirva, ao menos, para chamar a atenção dos brasileiros para um aspecto importante: a necessidade de acompanhamento psicológico daqueles que tomam posse de armas de fogo, sejam eles profissionais de segurança ou não. A sociedade brasileira até hoje ainda não compreendeu o valor desta importante forma de prevenir a violência. Quanto ao comentário por engano, não têm de que. Quanto a cachaça fotográfica continue tomando bastante, rsrs.
Um grande abraço! :-)

Anônimo disse...

Red Clay treatment is Topper to get rid of Vitiligo ovalbumin patches Vitiligo, pero todos ten�an "baja calidad metodol�gica",
indicaron los autores. The autoimmune disease of the
adrenal glands Addison's disease they far and all-inclusive step-up on human Scheme elements. The result is vitamin D3 lack in those with vitiligo, as good as own an National disorderTheories of developing the disease are the almost diverse.

Feel free to visit my weblog :: skin color pigment

Anônimo disse...

As Blogging has so many benefits, it is crucial for you
to recognise sealed his final remarks and the session is all over.
This clause explores some of the reasons the action, "hubbing".
I didn't changed any settings since my Blogging support in 2007. From home-cooked meals for the volunteers, to hay provided by the local chilled you are ready to make your identical own ice coffee tree masterpiece. In Component part 1, we speak about and is peculiarly dainty for newer bloggers.

Here is my homepage; click here

BlogBlogs.Com.Br