26.6.10

Um Google histórico

.
Instituições de ensino da Inglaterra se unem para criar sistema de buscas on line para pesquisa de documentos da história britânica. Inicialmente limitado ao território britânico, o site deve funcionar como uma espécie de Google, mas que vasculha, especificamente, arquivos históricos.

Quer saber mais? Clique aqui
.

18 comentários:

Professor Josimar disse...

Nossa, que coisa bacana. E veja só, as ferramentas tecnológicas auxiliando o ser humano a ir ao encontro do seu passado. Essa é a importância da nossa participação na construção da História enquanto sujeitos históricos.

GiGi disse...

Adinalzir, por favor, me tire uma dúvida.

Em relação ao trecho do Hino, "teus risonhos lindos campos têm mais flores/ Nossos bosques têm mais vida/ Nossa vida, no teu seio, mais amores", foi formulado a partir da segunda estrofe do poema "Canção do Exílio"?

"Nosso céu tem mais estrelas,
Nossas várzeas têm mais flores,
Nossos bosques têm mais vida,
Nossa vida mais amores".

Procurei, mas não encontrei nada que fale a respeito, inclusive pensei ter visto sobre isso aqui mesmo no blog.

Se puder ajudar, eu agradeço!

Beijos

Prof. Adinalzir disse...

Olá, Gigi

Pesquisando na internet, eu consegui achar alguma coisa que liga o Hino Nacional com a Canção do Exílio.

Talvez isso possa te ajudar:

A "Canção do Exílio", do poeta romântico maranhense Gonçalves Dias (1823-1864), é considerado um dos maiores fenômenos de intertextualidade na cultura brasileira.

Essa citação da "Canção do Exílio" ocorre em 1909, quando o poeta Osório Duque Estrada escreveu uma letra para o Hino Nacional Brasileiro. A música do hino, da autoria de Francisco Manuel da Silva, já existia desde 1822, o ano da Independência. Mas como não havia uma letra oficial para ela. Várias tentativas foram feitas, mas esbarravam em defeitos como ofensas aos portugueses ou bajulavam o imperador. Havia também letras diferentes cantadas nas províncias. Até que, em 1909, Duque Estrada escreveu o "Ouviram do", que foi oficializado em 1922, às vésperas do centenário da Independência do Brasil. Observe-se que, no hino, dois versos de Gonçalves Dias estão entre aspas:

"Nossos bosques têm mais vida",
"Nossa vida" no teu seio "mais amores".

Num texto literário,a citação de outros textos é implícita,ou seja,um poeta ou romancista não indica o autor e a obra donde retira as passagens citadas,pois pressupõe que o leitor compartilhe com ele um mesmo conjunto de informações a respeito das obras que compõem um determinado universo cultural. Os dados a respeito dos textos literários,mitológicos,históricos são necessários , muitas vezes,para compreensão global de um texto.

De modo, que essa citação de um texto por outro,a esse diálogo entre textos costuma-se dar o nome de intertextualidade.

Para você entender melhor esssa contextualização. Sugiro que visite os links que me serviram de fontes:

http://www.algumapoesia.com.br/poesia2/poesianet174.htm

http://pt.wikipedia.org/wiki/Can%C3%A7%C3%A3o_do_ex%C3%ADlio

Obs: Lá no meu blog, existe sim uma referência a hino. Mas não tem nada a ver com o assunto. Veja: http://saibahistoria.blogspot.com/2009/09/voce-conhece-historia-do-hino-da.html

Um grande beijo! :-)

Prof. Adinalzir disse...

È isso aí, professor Josimar!

Isso é a História evoluindo cada vez mais. Muito obrigado pela visita!

Abraços, :-)

GiGi disse...

Oi, Adinalzir!

Nossa, valeu mesmo! :D
Ajudou muito, obrigada ^_^

Beijos

Prof. Adinalzir disse...

Ok, Gigi!

Não tem de que. Quando precisar disponha. Valeu pela visita.

Beijos, :-)

lucidreira disse...

Prof. é degrande importância que um país possa ter como pesquisar o seu passado. e o Sr. dá um chanse incrivél aos que se interessam por isso.
Muito boa! sua contribuição aos curiosos, como eu.
Abraços

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Lucidreira

Agradeço de coração os seus elogios e comentários. Volte aqui sempre que precisar.

Um grande abraço! :-D

Dé Garfield disse...

Olá professor! Primeiramente parabéns pelo espaço, gostei em especial deste "google histórico" absolutamente fantástico. Escrevo também pelo seguinte: estou para organizar um mini-curso sobre escravidão e sistema de saúde no Instituto Pretos Novos (IPN)e gostaria de saber sobre a possibilidade de divulgar o mesmo no seu blog. Seria possível? Desde já agradeço. Com um abraço, André.

Prof. Adinalzir disse...

Caro Dé Garfield

Quando quiser, entre em contato. Será um prazer divulgar o mini-curso sobre escravidão aqui no blog.

Agradeço a sua visita e comentário!

Dé Garfield disse...

Obrigado pelo contato professor!

Se o senhor puder, por favor, mandar um e-mail seu para eu anexar o cartaz (que ficou bem bonitinho rsrs) eu agradeço.

No mais, o curso acontecerá no IPN (Instituto Pretos Novos - Gamboa - tel: 2516-7089) entre 17/08 e 28/09 (com 20 hs), com encontros às terças das 13:00 às 16:00. Com valor de R$ 80,00 para profissionais e pós-graduandos e R$ 60,00 para estudantes de graduação e Ensino Médio.

Estou para montar tb um perfil no Café História, onde "nos veremos" volta e meia.

Com um abraço, André.

Victor Faria disse...

Olá, é minha primeira vez aqui!

Quero parabenizá-lo pelo excelente blog e convidá-lo a conhecer a minha página sobre informática: http://www.papodeinformatica.blogspot.com

Abraço!

Prof. Adinalzir disse...

Caro Dé Garfield (André)

Estou lhe enviando o e-mail pela minha caixa postal. Quando quiser entre em contato. Estarei aguardando o cartaz.

Abraços e obrigado pela visita!

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Victor Faria

Muito obrigado pela visita e comentário. Aguarde que em breve, estarei visitando o seu blog.

Um grande abraço! :-)

Denise Matos disse...

Oi!! obrigada pelo voto!! valeu mesmo!
abraços

Prof. Adinalzir disse...

Olá, Denise Matos

Não tem o que agradecer. Irei votar outras vezes. Muito obrigado pela visita!

Abraços, :-)

cleython disse...

adorei o blog. muito bom , textos bem interessantes e com conteudo. visitem tambem e sejam seguidores:http://www.afavordacontracorrente.blogspot.com/, leiam os textos e comentem. vale a pena conferir.

Prof. Adinalzir disse...

Prezado Cleython

Sua visita e comentários são sempre bem vindos. Também estarei visitando o seu blog e comentando.

Um grande abraço! :-)

BlogBlogs.Com.Br