7.2.09

Um pouco da história da borracha no Brasil


Essa é para todos os meus alunos e para o meu amigo Franz Kreuther Pereira do Este Blog é Minha Rua, lá da cidade de Belém do Pará.

O Ciclo da borracha constituiu uma parte importante da história econômica e social do Brasil, estando relacionado com a extração e comercialização da borracha. Este ciclo teve o seu centro na região amazônica, proporcionando grande expansão da colonização, atraindo riqueza e causando transformações culturais e sociais, além de dar grande impulso às cidades de Manaus, Porto Velho e Belém, até hoje maiores centros e capitais de seus Estados, Amazonas, Rondônia e Pará, respectivamente.

No mesmo período foi criado o Território Federal do Acre, atual Estado do Acre, cuja área foi adquirida da Bolívia por meio de uma compra por 2 milhões de libras esterlinas em 1903. O ciclo da borracha viveu seu auge entre 1879 a 1912, tendo depois experimentado uma sobrevida entre 1942 e 1945 durante a II Guerra Mundial (1939-1945).

Ficou curioso? Quer saber mais? Então clique:

http://www.klickeducacao.com.br/2006/conteudo/pagina/0,6313,PPR-1070-7668-,00.html
http://www.klickeducacao.com.br/2006/conteudo/pagina/0,6313,PPR-1070-7671-,00.html
http://www.klickeducacao.com.br/2006/conteudo/pagina/0,6313,PPR-1070-17886-,00.html
http://www.klickeducacao.com.br/2006/conteudo/pagina/0,6313,PPR-1070-7677-,00.html
http://www.klickeducacao.com.br/2006/conteudo/pagina/0,6313,PPR-1070-7683-,00.html
.

2 comentários:

Martoni disse...

Oi professor Adinalzir, é muito bom mencionar esta epoca na história brasileira que foi um periodo de muita fartura e muito mais miséria ainda. A grande obra de Ferreira de Castro "A Selva" dá alguma idea como era a vida nos seringais. Alguma informação sobre o livro no site:http://www.ceferreiradecastro.org/silas/index.htm.
E lembramos tambem o Chico Mendes.
Um abraço, Martoni.

Franz Kreuther Pereira disse...

Oi, companheiro Adinalzir. Bela postagem e muito obrigado pela referencia e dedicatória. Belém guarda alguns traçoes dessa 'belle epoque', quando era conhecida como a "Paris na América". Há uma casa comercial com esse nome, e com uma das mais magníficas escadarias que ja' vi. E o Teatro da Paz então, nem se fala de tão belo.
No tempo da borracha os nordestinos vinham para serem 'soldados da borracha' e ficavam num enorme galpão nos arredores da cidade. Esse local chamava-se Tapanã, que hj é um bairro. Há um livro do padrinho de minha mulher, Dr. Walmiki Mendonça que fazx um excelente retrato dos "Soldados da Borracha" aqui no Pará, chama-se "Tapanã, a hospedaria do Inferno". Parabens !

BlogBlogs.Com.Br